Na partida de ida pelas quartas de final do Campeonato Paulista contra o Corinthians, o Botafogo Futebol Clube estreou uma nova camisa comemorativa aos 40 anos do título da Taça Cidade de São Paulo, considerado o maior momento do Pantera em sua história.

O elenco, também considerado o maior de todos os tempos do tricolor, tinha jogadores como Sócrates, Zé Mário, Geraldão e João Carlos Motoca e foi campeão ao empatar por 0x0 contra o São Paulo em pleno Morumbi.

O manto produzido pela Numer foi lançado contra o Corinthians por dois motivos. O primeiro foi Sócrates, ídolo de ambas as equipes e considerado o maior nome do time em 1977. Isso já havia sido feito em 2012, quando o Botafogo estreou uma camisa homenageando o Magrão, que havia falecido no ano anterior, em uma partida contra o Timão.

O segundo motivo foi pelo ano. Ambas as equipes possuem uma grande relação com o ano de 1977, por títulos inesquecíveis, tendo o Bota conquistado a Taça Cidade de São Paulo e o Corinthians saído da fila de 23 anos ao ser campeão paulista.

Camisa 1977

O manto é inspirado no utilizado pelo Doutor em sua passagem pela equipe e possui a cor branca como predominante, com quatro listras verticais na cor vermelha, com contorno na cor preta. O padrão permanece nas mangas, enquanto os ombro são brancos. A gola tem as cores vermelha e branca divididas por uma linhas preta.

A Numer estampa versões vermelhas de sua logomarca nos ombros e o nome em preto com contorno branco no lado direito do peito, enquanto o escudo do Botafogo é colocado no lado esquerdo, em sua versão tradicional.

Um selo com a frase “Celeiro de campeões”, eternizada no hino do clube, é colocado na barra.

Completa, o uniforme, calção branco e meiões vermelhos.

Os jogadores atuaram com os nomes daqueles que formavam o elenco em 1977 estampados em suas camisas.

► Compre a camisa do Botafogo-SP na Fut Fanatics

Gostaram da nova camisa do Botafogo-SP em homenagem a 1977?