Camisas de Futebol » Finta: história da marca esportiva famosa nos anos 90

Finta: história da marca esportiva famosa nos anos 90

by André Coutinho
Finta anos 90 Ronaldo
Compartilhe este link em suas redes sociais:

O ano de 2019 está com um ar de nostalgia da década de 90, né? Primeiro, a Nike lança diversos modelos thirds para suas principais equipes, inspirados em camisas icônicas daquela época, depois a Umbro resolve fazer o mesmo aqui no Brasil. Nós, do MDF, também estamos nessa pegada, e trazemos constantemente matérias relacionadas àqueles tempos, como os TBT’s da camisa polêmica da Fiorentina, das camisas listradas do Palmeiras e da Dell’erba.

E não podemos falar de anos 90 sem citar uma das grandes marcas que apareceram por lá: a Finta, genuinamente brasileira, como gosta de se auto referir. Hoje contamos um pouco da história dessa empresa que marcou época por aqui, no #ThrowbackThursday.

Início da Finta e primeiro título com o Vasco da Gama

Finta A marca genuinamente brasileira dos anos 90

A marca surgiu na segunda metade dos anos 80, na indústria Premiere, e logo de cara já se consolidou como uma das grandes do mercado, patrocinando, primeiramente, a Portuguesa, em 1986, e logo depois chegando ao Vasco da Gama. E é aí que começa a história de glórias da empresa.

Finta A marca genuinamente brasileira dos anos 90

Vasco campeão brasileiro em 1989 (Foto: site da Finta)

A Finta passou a patrocinar o Cruzmaltino, fornecendo os uniformes da equipe, no ano de 1989, que culminou com o título brasileiro em cima do São Paulo. O manto utilizado naquela final, inclusive, é até hoje muito lembrado pela torcida.

Auge da Finta nos anos 90: Corinthians, Botafogo, Cruzeiro e Ronaldo Fenômeno

Informações sobre as camisas do Corinthians 2020-2021

Mas foi no ano seguinte que a empresa, paulista de origem, chegou à seu apogeu. Pelo menos é o que conta Jorge Fusco Rodrigues, de 60 anos, responsável pelos produtos da marca, da criação até hoje. Em entrevista ao ESPN.com.br, ele, que assumiu ser corintiano, contou que o contrato firmado com o Timão, em 1990, foi o grande momento da trajetória.

Corinthians Sport Recife anos 90

“De repente estávamos numa mesa com ninguém mais, ninguém menos que o Vicente Matheus. Ele realmente tinha uma dificuldade enorme para se expressar, se atrapalhava todo. Mas pensava rápido, tinha um raciocínio privilegiado. Lembro-me que, na hora de assinar o contrato, um conselheiro disse a ele que o acordo não envolvia dinheiro, apenas o fornecimento do enxoval, no que ele respondeu: ‘viu, e esse monte de peça por acaso não é dinheiro?”, contou.

Informações sobre as camisas do Corinthians 2020-2021

Corinthians campeão brasileiro de 1990 (Foto: Placar)

E a parceria rendeu um título logo no primeiro ano, com a equipe comandada por Neto e Ronaldo Giovanelli. A conquista do Campeonato Brasileiro foi a primeira nacional da história do clube e a camisa branca de gola pólo preta foi eternizada na memória corintiana. Tanto que ela deve servir de inspiração para a Nike nos modelos 2020-2021 da equipe.

Informações sobre as camisas do Corinthians 2020-2021

Foto: Veja

A partir daí, foram anos de sucesso, principalmente pela estratégia de negócio da empresa, de fornecimento completo do material esportivo, ao invés das equipes terem que comprá-lo. “A gente fornecia 100% das roupas que os clubes usavam. Todas as peças dos jogadores, mas também do estafe, seguranças. Todos os departamentos, categorias de base, tamboréu, tênis, boxe, o que tivesse”, relembra-se. “Além dos royalties de 5% por peça vendida”, revelou Jorge.

Ronaldo Cruzeiro Finta Anos 90

No anos seguintes, a Finta passou a vestir equipes como o Cruzeiro, que estava revelando ninguém menos que Ronaldo Fenômeno. Inclusive, foi com uma camisa Finta que o atacante marcou o antológico gol em cima de Rodolfo Rodrigues, e a empresa foi a última “totalmente brasileira” a ser vestida pelo craque, uma vez que no ano seguinte ele se mandou para a Holanda e a partir daí só vestiu Umbro, Nike, com quem tem contrato vitalício, e Adidas.

Tulio 1995

Foto: Ormuzd Alves/Folhapress

A marca esteve nos uniformes do Botafogo no título brasileiro de 1995, com Túlio Maravilha e companhia, criando um dos mantos mais memoráveis da história do alvinegro (com grande colaboração da 7UP, diga-se de passagem).

Finta A marca genuinamente brasileira dos anos 90

Juventude campeão da Série B 1994 (Foto: Site da Finta)

Nos anos seguintes passou por outra grandes equipes, sempre sendo vitoriosa: Juventude (Campeão da Série B 1994), Goiás (Vice-campeão Série B 1994), América Mineiro (Campeão Série B 1997), Botafogo de Ribeirão Preto (Vice-campeão Série B 1998), Santa Cruz (Vice-campeão Série B 1999), Paraná Clube (Campeão Taça JH 2000) e Paysandu (Campeão da Série B 2001), isso mais tantos outros torneios estaduais, antes da decadência.

Camisas listradas do Palmeiras Anos 90 Era Parmalat

A marca quase entrou para a história de outros dois gigantes do futebol brasileiro. Primeiramente, negociou com o Flamengo, no começo da década. “Faltaram detalhes aqui e ali. Fiz diversas reuniões com o Márcio Braga (presidente do clube entre 1983 e 1991). Era para o Flamengo ter sido nosso a partir de 1992”, contou Jorge. Depois, chegou perto de fechar com o Palmeiras, na Era Parmalat, mas o clube, presidido por Mustafá Contursi, preferiu fechar com a Rhummel.

Marca internacional

Finta A marca genuinamente brasileira dos anos 90

Foto: Wearing the Beautiful Game

A Finta teve dois grandes episódios internacionais em sua história, na metade dos anos 2000. O primeiro foi vestir a Seleção de Trinidad e Tobago na campanha que levou o país centro-americano para sua primeira Copa do Mundo, em 2006. Infelizmente, a marca foi trocada pela federação do país pela Adidas, que fez uma proposta bem maior, e não pôde estar na maior competição do planeta.

Finta A marca genuinamente brasileira dos anos 90

Foto: Site da Finta

O segundo foi em 2007, quando a empresa foi a fornecedora exclusiva do Campeonato Haitiano de Futebol e criou os uniformes de todos os times da competição. “O Bebeto chegou a ir comigo para um jogo no Haiti, fomos recebidos como celebridades no país. A pobreza generalizada me impressionou muito. Era uma situação muito triste”, disse Jorge.

Finta A marca genuinamente brasileira dos anos 90

Foto: Old Football Shirts

A Finta também forneceu os uniformes do Alajuelense, campeão costarriquenho no mesmo ano, e do vice, o Santos de Guapolis.

Queda e mudança de segmento

Antônio Gaudério/Folhapress

A partir dos anos 2000, o mercado de uniformes esportivos no Brasil teve um grande boom e grandes empresas mundiais passaram a investir aqui, como a Nike, Reebok, Diadora, Kappa, se juntando às já consolidadas Umbro e Adidas. Com isso, as negociações foram ficando cada vez mais inflacionadas, com grandes contratos, luvas e remuneração.

Finta A marca genuinamente brasileira dos anos 90

Batalha dos Aflitos (Foto: ESPN)

A Finta não teve chance. Segundo Jorge, a empresa começou a tirar o pé em 2005, e, pouco a pouco, foi deixando o mercado. Ainda a vimos em grandes momentos, como na Batalha dos Aflitos, vestindo o Náutico, o título do interior Paulista do Guaratinguetá, em 2008, o vice-campeonato mineiro do América, em 2012 e, a última conquista da marca, o acesso do Vila Nova à elite goiana, em 2013.

Finta A marca genuinamente brasileira dos anos 90

Foto: Acervo Gazeta Press

Mas, diferente do que muitos pensam, a Finta não faliu. Apesar de passar por dois gestores, ela ainda vive, porém, mudou seu foco para os times amadores. Jorge Rodrigues ainda é o gerente de produtos. “Tenho muita saudade dessa época”, confessa. “Esse contato direto com os atletas, estar nos jogos, nos eventos, era muito bom. Mas é um tempo que passou”, diz o executivo.

Outros esportes

Finta A marca genuinamente brasileira dos anos 90

SADA Cruzeiro (Foto: Site da Finta)

Antes de encerrarmos, vale o registro de que a Finta não foi só futebol. A marca foi vitoriosa também em outros esportes, como o vôlei, vestindo a forte equipe do SADA Cruzeiro entre os anos de 2010 e 2013. Anteriormente, vestiu a equipe feminina de Ribeirão Preto-SP, que conquistou Paulista, Brasileiro e Sul-Americano. No basquete, a Finta vestiu por muitos anos a tradicional equipe de Franca, em suas muitas faces.

► Compre camisas de futebol na FutFanatics

Conhecia a história da Finta, a marca esportiva genuinamente brasileira, que teve seu auge nos anos 90? Compartilhe!

Compartilhe este link em suas redes sociais:

Você também pode gostar