Camisas de Futebol » “Camisa da Juventus faz parte de futuro ousado”, explica designer

“Camisa da Juventus faz parte de futuro ousado”, explica designer

by André Coutinho
Camisas da Juventus 2019-2020 Adidas
Compartilhe este link em suas redes sociais:

A camisa titular da Juventus para a temporada 2019-2020 rendeu muita polêmica pelo seu design diferente. Ao invés das tradicionais listras verticais, o modelo traz um design meio a meio nas cores preta e branca, com uma fina linha rosa centralizada e causou muitas divergências em opiniões.

Enquanto alguns gostaram da mudança, outros odiaram, e, em tempos de redes sociais, é claro que o modelo chamou muito a atenção e se tornou um os assuntos mais falados na época de seu lançamento.

Mas, quem melhor para falar sobre o novo manto da Velha Senhora se não o próprio criador? Inigo Turner é atualmente o diretor de design do departamento de futebol da Adidas e concedeu uma entrevista bem legal para a ESPN internacional.

Segundo Turner, as camisas desempenham um papel enorme na cultura do futebol, não apenas estabelecendo a aparência de uma equipe, mas geralmente dando uma ideia de uma era através do material ou do patrocinador. “Eu cresci conhecendo o poliéster brilhante”, diz, relembrando os anos 90. “Existe um arquivo onde todos os produtos antigos são mantidos e carinhosamente protegidos em ambientes frios, controlados para que não sejam danificados pelo calor. Mas, quando se trata de quem fez o quê, nós só sabíamos realmente sobre a história recente, nos últimos 20 anos. Antes disso, alguns dos designs de camisas mais icônicos de todos os tempos, como a camisa da Alemanha 1990, da Holanda de 1988, não havia registro de quem os fez ou de onde vieram”, completa.

Camisas da Juventus 2019-2020 Adidas

E inspirado por tudo isso, o designer participou ativamente da criação do novo modelo da Juve e faz questão de desmentir uma história que viralizou pouco depois do lançamento. Supostamente, a mudança drástica no visual serviria para atrair mais torcedores dos Estados Unidos, que não gostavam muito da camisa listrada tradicional por lembrar os uniformes dos árbitros da NFL.

“Isso é ridículo, nunca foi parte do processo. É ‘Fake News’, alguém inventado histórias, click bait, o que você quiser chamá-lo”.

Ele também comentou sobre a divergência de opiniões nas redes sociais. Enquanto muitas pessoas gostaram do novo manto, outras realmente odiaram.

“Estamos realmente conscientes das opiniões que a camisa está recebendo. Nós preferimos quando é bem recebido. Obviamente, quando você faz algo que é bastante ousado, haverá uma reação pelo menos para começar. Às vezes, camisas demoram um pouco mais para se agradar. Pode ser que a equipe precise usá-lo um pouco e então as pessoas irão: ‘Sim, agora estou realmente acostumado com isso. Eu realmente gosto disso.’ Todo mundo tem uma opinião”, diz Turner.

“Também achamos que ficar nessas camisas tradicionais o tempo todo seria também um pouco previsível e não levar as coisas adiante. É algo que somos obrigados a fazer na Adidas: impulsionar o visual do futebol no campo. Isso torna-se cada vez mais difícil com muitos regulamentos, com caixas numéricas necessárias e outras coisas”, completa.

Segundo Turner, muitas camisas consideradas clássicas poderiam sofrer com o mesmo processo, caso fossem lançadas nos dias de hoje.

“Se você pensar em algumas das camisas mais icônicas da história, como aquelas camisas velhas do Manchester United, a camisa do Arsenal ‘Bruised Banana’, ou toda camisa icônica de que todos se lembram agora, acho que se tivéssemos a mídia social forte como hoje, elas teriam sofrido as mesmas reações, mas essas são as camisas que todos amam, aquelas que são lembradas e mantidas muito carinhosamente nas afeições das pessoas”.

Mas de onde surgiu a ideia, então, desse modelo meio a meio? Segundo o designer, a inspiração por trás do kit é o efeito em grande escala de como ele se parece em um estádio cheio de fãs e não somente como ele fica em um único jogador, sem uma ruptura completa com a tradição. Em alguns aspectos, incorpora características mais clássicas do que outras edições recentes, como por exemplo, a volta da cor rosa.

“O rosa era uma das primeiras cores que o clube usava. Os primeiros kits que eles usavam eram rosa com as golas pretas. É uma cor básica, uma das nossas voltas para uma história autêntica. Enquanto eu acho que fizemos algo muito “perturbador” também referenciamos algo que é do coração e das origens do clube. É importante que façamos essas referências históricas e incluamos essas histórias nos kits. Não somos educadores, mas fazemos referência à rica história de um clube”.

Camisas da Juventus 2019-2020 Adidas

As listras também não foram uma mera tentativa de se ousar mais. Toda a campanha por trás dela, o chamado “storytelling” traz um conceito maior. O slogan “Be the Stripes” permite um exercício de imaginação, no qual um grupo de torcedores da Juve utilizam a nova camisa lado a lado, formando assim uma grande montagem de listras pretas e brancas”.

“Nós gostamos de expandir bastante nossas idéias”, explica Turner. “Eu penso sobre quando a equipe se alinha antes do jogo e a câmera atravessa o campo ou você obtém a tomada de grande angular. O que você vê são listras pretas e brancas. É um pensamento diferente. Também atrás do gol, se a Juve está atacando a meta e você tem milhares de pessoas usando essa camisa, você tem listras pretas e brancas muito diferentes. É muito mais ousado. Elas se juntam de uma maneira diferente. É uma declaração muito confiante sobre reunir todos juntos. para criar as listras “.

A maior declaração de todas, porém, é talvez o que diz sobre a Juventus em 2019. “Eu diria que eles estão abrindo caminho”, diz Turner. “Eles querem ser o número um. Eles querem liderar a indústria e não fazer coisas depois que alguém já realizou, porque, obviamente, parece que você está de alguma forma os seguindo. Eles claramente se vêem como um número global, um grande jogador “.

E esse processo começou com a reformulação do escudo, há dois anos, envolvendo o ícone “J”, continuando agora com a camisa e o novo lema “Live Ahead”.

Veja também:

[+] Culpa dos árbitros? Veja os motivos pelo qual a Juventus ousou em sua nova camisa

Turner conta da colaboração. “Queremos levar a história do Juventus Football Club para a próxima era. É também uma espécie de definição de uma nova história. Eles são um clube muito progressista em termos de como eles vêem sua marca e estão sempre procurando conduzir a indústria. Uma parte inerente disso é correr riscos e fazer as coisas primeiro, ousar”.

Enquanto os fãs se acostumam com a nova camisa da Juventus, Turner já pensa na próxima.  A criação do conceito começa 18 meses antes do lançamento, o que significa que Turner deve ter uma boa ideia de como será a camisa da Juventus em 2020-2021. “Oooooh sim”, diz com entusiasmo. “A velha senhora é moda para a frente. Um novo visual ousado não a perturba”.

Segundo o site La Maglia Bianconera, que cobre os bastidores da equipe, as listras estarão de volta, mas quem garante que o modelo não será novamente ousado?

► Compre camisas da Juventus na FutFanatics

O que achou da entrevista do criador da camisa da Juventus? Deixe seu comentário e compartilhe o link!

Compartilhe este link em suas redes sociais:

Você também pode gostar