Camisas de Futebol » Por apoio político a Bolsonaro, Atlético-PR estreia camisa rejeitada

Por apoio político a Bolsonaro, Atlético-PR estreia camisa rejeitada

by Juliano Buzato
Por apoio político a Bolsonaro, Atlético-PR estreia camisa rejeitada
Compartilhe este link em suas redes sociais:

Os torcedores do Atlético-PR estranharam ao ver seu time entrar em campo no último sábado, ao invés do seu tradicional rubro-negro, estrear a sua camisa amarela, lançada no pack “Umbro Nations”, onde a fornecedora inglesa homenageou seleções que disputaram a Copa do Mundo 2018.

O uniforme, que homenageia a Espanha, foi motivo de polêmica entre o clube e a fornecedora, já que na época que foi lançada, o Furacão afirmou que não usaria o manto após rejeição de grande parte da torcida, alegando que o mesmo não havia sido “aprovado” pelos dirigentes.

A camisa inclusive, foi retirada do mercado pela fornecedora e são poucos os torcedores que possuem um exemplar em sua coleção.

Após seis meses, o Atlético-PR resolveu estrear seu manto “rejeitado” e nas redes sociais explicou o motivo:

Vamos todos juntos por amor ao Brasil!

“O Atlético Paranaense entrará em campo com o seu uniforme amarelo na partida contra o Botafogo, neste sábado (27/10). A mudança de uniforme será realizada para lembrar a consciência cívica dos atleticanos e de todos os brasileiros, amanhã decidirão o futuro do nosso país. Após o jogo, as cores do Brasil vão pulsar no Estádio Atlético Paranaense. Neste momento da história brasileira, a participação consciente dos cidadãos é de extrema importância para o futuro de todos. Vamos todos juntos por amor ao Brasil!”

Apesar de não citar o nome do candidato, o ato utilizava a mesma frase e era um apoio ao candidato Jair Bolsonaro (PSL), que acabou se elegendo presidente do Brasil com cerca de 55% da preferência dos eleitores.

Nas redes sociais, como era esperado, a torcida ficou dividida, e mesmo alguns eleitores de Bolsonaro não acharam legal o clube “desaposentar” uma camisa rejeitada pelos torcedores, por um ato político.

Antes do primeiro turno, o Atlético já havia se envolvido em uma polêmica, após os jogadores terem entrado em campo com uma camisa amarela e os dizeres “Vamos todos juntos por amor ao Brasil”. O clube foi multado em R$ 70 mil pelo STJD por não ter comunicado previamente à CBF que faria a ação.

O que achou do Atlético-PR estrear a camisa amarela, que havia sido rejeitada por apoio político ao candidato Jair Bolsonaro?

Compartilhe este link em suas redes sociais:

Você também pode gostar