Camisas de Futebol » São Paulo pode romper contrato com a Penalty

São Paulo pode romper contrato com a Penalty

by Juliano Buzato
São Paulo pode romper contrato com a Penalty capa
Compartilhe este link em suas redes sociais:

São Paulo pode romper contrato com a Penalty

Após anunciar no início do ano um surpreendente acordo, o São Paulo pode romper contrato com a Penalty. Isso porque a fornecedora de material esportivo não tem honrado os compromissos com o clube e em quase onze meses de parceria, a empresa não repassou ao tricolor cerca de R$ 7 milhões.

Por mês, a Penalty tem uma série de acertos a fazer com o departamento financeiro de Juvenal Juvêncio, como o envio de peças dos uniformes do time para os jogos, os royalties dos produtos vendidos e uma porcentagem pela loja do Morumbi. Há também um pagamento mensal referente a um valor fixo previsto em contrato.

A soma de todos os itens citados faz com que o acordo chegue a R$ 35 milhões anuais. O valor, divulgado pelas partes no momento da assinatura, é contabilizado da seguinte forma: as luvas (que são o valor fixo); o número de peças a serem fornecidas anualmente multiplicado ou pelo valor de varejo ou pelo preço final dos pontos de venda (o que acaba inflando o valor do contrato); bonificação por performance e royalties.

Apesar de o casamento entre as partes ser até o fim de 2015, o atraso da empresa abre brecha para o São Paulo romper e trocar de fornecedora, mesmo com alguns argumentos da marca de que alguns aspectos do acordo não tenham sido cumpridos integralmente.

De acordo com a apuração da reportagem, o impasse, no entanto, é que outras empresas precisam de um tempo mínimo de cerca de 120 dias para começar a mandar os uniformes, além do período de abastecimento de pontos de venda. O processo, normalmente, irrita o torcedor, que procura por camisetas e não encontra. Com isso, os executivos pedem um tempo maior ao clube para iniciar uma parceria, para não sofrerem críticas.

Procurados pela reportagem, São Paulo e Penalty responderam que não comentam assuntos relacionados à parceria, por obrigações contratuais.

Situação da Penalty

Em conversas desde o primeiro atraso, de acordo com pessoas ligadas ao contrato, a Penalty tenta mostrar ao clube que vai conseguir se organizar para acertar o que deve. Mas até agora não conseguiu.

A Penalty é uma marca de artigos esportivos que pertence à Cambuci. No último balanço fechado da empresa, do segundo trimestre de 2013,  ela teve um prejuízo de R$ 1,7 milhão. A receita da empresa no segundo trimestre foi de R$ 58 milhões. No mesmo período de 2012, foram R$ 64,4 milhões.

Em julho de 2013, o grupo anunciou a troca do presidente para “aperfeiçoar” a companhia – saiu Roberto Estefano para a entrada de Paulo Ricardo Oliveira. Na Bolsa de Valores, a ação chegou a R$ 2,30 cada em abril, o ponto mais alto deste ano, mas hoje está em R$ 1,75.

Além do São Paulo, a Penalty tem contrato com Ceará, Figueirense, Náutico, Santa Cruz, Vitória e Vasco.

Via ESPN

► Compre a camisa do São Paulo e muitas outras camisas de times paulistas na Fut Fanatics

Qual fornecedora você gostaria de ver no tricolor caso o rompimento realmente aconteça?

Compartilhe este link em suas redes sociais:

Você também pode gostar