Camisas de Futebol » Jogadores que vestem a mais tempo a mesma camisa (Top 10 Ligas europeias + BR)

Jogadores que vestem a mais tempo a mesma camisa (Top 10 Ligas europeias + BR)

by André Coutinho
Jogadores que vestem a mais tempo a mesma camisa
Compartilhe este link em suas redes sociais:

No futebol moderno, se tornou raro um jogador passar vários anos numa mesma equipe, pelo menos se compararmos com anos passados, em que a raridade era se transferir. Hoje, com tanto dinheiro e interesses envolvidos no meio do futebol, fica difícil um atleta criar “amor pelo clube” ou, se tratando de uma equipe menor, da mesma ter condições de mantê-lo. Além disso,  muitas vezes, os jogadores são considerados “peças descartáveis” e logo são dispensados.

Mas, há aqueles que quebram essa escrita e se tornam verdadeiras lendas em seus clubes, muitos construindo carreiras desde a categoria de base até a aposentadoria. Exemplos temos vários, como Paolo Maldini no Milan, Marcos no Palmeiras e Rogério Ceni no São Paulo.

Tendo isso em mente, o site Transfermrkt fez um levantamento dos jogadores – ainda em atividade – nas 10 principais ligas europeias, que estão há mais tempo em seus clubes, o que é uma grande prova de lealdade.

Nós decidimos então fazer nossa própria lista, baseada na do site, mas com algumas mudanças nas regras. Por exemplo, o TM considerou o tempo de contrato dos jogadores como um todo, mesmo aqueles que foram emprestados nesse tempo. Na lista MDF, consideramos apenas há quanto tempo o jogador está no atual clube. Ou seja, se o jogador foi emprestado, ele vestiu outra camisa, logo ele foi excluído, e o tempo passa a contar da data em que ele volta a vestir a camisa deste time. Além disso, adicionamos a liga brasileira no meio, só que apenas um jogador conseguiu entrar. Confira abaixo o TOP 10:

Jogadores que vestem a mais tempo a mesma camisa Jogadores que vestem a mais tempo a mesma camisa Jogadores que vestem a mais tempo a mesma camisa Jogadores que vestem a mais tempo a mesma camisa Jogadores que vestem a mais tempo a mesma camisa Jogadores que vestem a mais tempo a mesma camisa3_NobleJogadores que vestem a mais tempo a mesma camisa

Como visto nas artes acima, o jogador com mais temporadas por um único clube é o goleiro Igor Akinfeev, que surgiu nas categorias de base do CSKA e está até lá até hoje, 17 anos depois. Podemos dizer que é um caso claro de lealdade e amor ao clube, uma vez que por muito tempo o arqueiro russo foi considerado um dos melhores do mundo e desejado por várias equipes. Outro motivo é a política recente no futebol russo de manter seus principais atletas conterrâneos disputando a própria liga. Outro exemplos são o companheiro de Akinfeev no CSKA, Alan Dzagoev, e os goleiros Guilherme, do Lokomotiv Moscou, que hoje defende a seleção do país, que estão na lista completa do site.

O segundo lugar é de Messi, considerado por muitos o melhor jogador do mundo, que todos conhecem a história. Chegou cedo ao Barcelona e está lá até hoje como o principal jogador de sua história (mas deve deixar a lista na próxima temporada). É claro que qualquer equipe do mundo quer o argentino em seu elenco e isso não foi diferente nos últimos 16 anos, mas além do amor de Leo pelos blaugranas (que parece ter acabado agora), sempre esbarraram na altíssima multa rescisória do atleta e no fato dele estar no “melhor time do mundo”.

Fábio, do Cruzeiro, é o único do Brasileirão a aparecer na lista. O goleiro foi emprestado ao clube em 2000, vindo do Athletico-PR, mas logo se transferiu para o Vasco da Gama, onde herdou a vaga de Helton e foi titular até 2004, quando foi campeão da Copa América com a Seleção Brasileira. Em janeiro de 2005, o Cruzeiro contratou Fábio de vez e desde então o goleiro se tornou ídolo, capitão e lenda no celeste. Ele aparece no terceiro lugar justamente por ter sido contratado no início do ano, o que o dá mais tempo de clube se comparado aos outros jogadores com 15 anos na mesma equipe, que são maioria na lista.

Outra regra de “desempate” para jogadores com o mesmo período foi se esse tempo foi totalmente dedicado ao time principal ou se houve passagem pelo time B, casos de Anton Shunin, do Dínamo, e Volodymyr Chesnakov, do Vorskla, que estão em seus clubes há 15 anos seguidos, mas passaram pela segunda equipe no começo das carreiras. Assim, ambos foram colocados abaixo dos jogadores que estão no time principal pelo período em comum. Francesco Magnanelli fica com o quarto lugar justamente por isso. O jogador do Sassuolo foi contratado da Sangiovannese em 2005 e está nos verde/pretos até hoje, sempre no time profissional. Mesma situação de Giorgio Chiellini, contratado pela Juventus da Fiorentina e de Sergio Ramos, contratado pelo Real Madrid do Sevilla. Outro jogador que foi contratado já profissional e está até hoje em seu clube é o goleiro belga Sammy Bossut, do Zulte Waregem, que 14 anos atrás foi vendido pelo Harelbeke e fecha o top.

Agora, falando de números, apenas cinco dos 10 jogadores na lista foram contratados pelos seus atuais clubes, enquanto o resto está no clube desde que se tornou profissional (alguns tiveram empréstimos nesse período). Um caso especial é o de Mark Noble, revelado pelo West Ham, que foi emprestado para o Hull City e Ipswich antes de se firmar de vez nos Hammers, em 2006. Um número ainda mais interessante é que nenhum jogador saiu de seu país de origem (profissional) para se tornar lenda em outro time, tendo participado apenas de transferências internas. Messi, apesar de argentino, fez sua base no próprio Barcelona.

Os países com mais clubes na lista são a Espanha, a Rússia e a Itália, com dois. Bélgica, Brasil, Inglaterra e Ucrânia são representados por um clube. Entre os jogadores, há maior presença de russos e italianos, com dois cada. Também são representados Argentina, Bélgica, Brasil, Espanha, Inglaterra e Ucrânia.

► Compre camisas de futebol na FutFanatics

O que achou da lista de jogadores que vestiram mais vezes as camisas de times das principais ligas europeias? Compartilhe o link nas redes sociais!

Compartilhe este link em suas redes sociais:

Você também pode gostar