Camisas de Futebol » O polêmico caso Givova – Venezuela – Decathlon – Quechua

O polêmico caso Givova – Venezuela – Decathlon – Quechua

by Juliano Buzato
Venezuela Catalunha 6
Compartilhe este link em suas redes sociais:

Ontem publicamos a curiosa polêmica entre a Givova e a Venezuela, que tem dado o que falar no meio “camiseteiro” (aqui você pode conferir a primeira parte na íntegra).

Mas resumindo, no jogo de ontem contra a Catalunha, a Vinotinto “estreou” uma nova camisa, meses após a Givova lançar a camisa 2019 que sofreu diversas críticas pela sua tonalidade.

Venezuela Catalunha

Acontece que essa estreia foi desmistificada logo após o jogo quando o volante Tomás Rincón, um dos principais nomes da equipe “pistolar” nas redes sociais contra a fornecedora italiana, pedindo mais respeito com a camisa Venezuelana e seus jogadores e denunciando que a marca comprou camisas de última hora e colocou a sua marca em cima.

Pois bem, nossa última matéria tinha parado por aí, no entanto de ontem pra hoje outros fatos aconteceram e pioraram as coisas para a Givova.

O narrador venezuelano Richard Mendez colocou em seu Twitter detalhes da camisa “improvisada”, revelando que a peça utilizada foi feita pela marca Quechua e foi comprada na Decathlon.

Para uso dos jogadores, a peça foi “customizada”, sendo arrancadas as etiquetas e sendo aplicado por cima o logo da Givova, um selo da FVF, além do escudo, que pelo mau acabamento na aplicação denunciava a “fraude”.

Após esta denúncia do narrador, outros jogadores como o centroavante Salomón Rondón iniciaram uma campanha contra a marca, afirmando que ela não está à altura de vestir a Seleção Venezuelana.

Aproveitando toda essa polêmica, tanto a Decathlon, quanto a Quechua usaram o Twitter para colocar mais gasolina no incêndio.

A loja publicou as seguintes palavras: “Ontem, a Venezuela jogou um amistoso contra a seleção da Catalunha.

Ontem, a Venezuela tinha que estar vestindo suas camisas.

Então, ontem, a Venezuela jogou seu jogo com camisas Quechua disfarçadas”

Se a Decathlon usou um tom mais lamentador sobre o caso, a francesa Quechua resolveu usar do bom humor e aproveitou para dar uma cutucada também na Nike, que tem sofrido duras críticas no país por não disponibilizar camisas com duas estrelas da França no mercado e ao mesmo tempo dizer que está cheio de “camisas da Venezuela” em seu estoque.

“Já que você não tem a camisa com duas estrelas, temos abundância de camisas venezuelanas em nosso estoque”

Até o momento nem a Givova e nem a FVF comentaram o caso, mas pelas duras críticas feitas pelos jogadores da Seleção, é bem provável que tenhamos um desdobramento do caso. Vale lembrar que em menos de três meses iniciará a Copa América e a Venezuela será uma das participantes, logo há pouco tempo para uma mudança de fornecedora. Aguardemos os próximos capítulos!

► Compre camisas de seleções na FutFanatics

O que acham do caso da Givova que comprou camisas Quechua e customizou para os jogadores da Venezuela jogarem contra a Catalunha?

Compartilhe este link em suas redes sociais:

Você também pode gostar