O contrato da Romai com a Seleção de Senegal chega ao fim em 2017, e como já era esperado, a marca não conseguiu competir com as gigantes do segmento e deixará de ter presença na Copa do Mundo 2018, e com isso a Puma conseguirá somar mais uma equipe ao seu rol de parceiros no Mundial da Rússia.

Apesar de ter na mesa uma boa proposta da Nike, Senegal se decidiu pela marca alemã e assinará um acordo por quatro temporadas que renderá cerca de €2,5 milhões para a Federação.

“A Puma com certeza foi a melhor escolha para a nossa equipe. A proposta era a melhor em termos de credibilidade, qualidade do material esportivo e também no aspecto financeiro, já que esta é a maior oferta já recebida pela FSF em toda a história”, afirmou Me Augustin Senghor, presidente da Federação Senegalesa de Futebol.

Com o acerto, se mantém a tradição da Puma sempre ter uma seleção africana em Copas, fato que não iria acontecer em 2018, já que Uruguai e Suíça eram as únicas equipes da marca que conseguiram a qualificação para o Mundial. Camarões, Costa do Marfim e Gana, seleções africanas que vestem uniformes da fornecedora alemã, falharam e não estarão presentes na Rússia.

►Compre camisas de seleções africanas na Fut Fanatics

O que acharam do acordo entre a Puma e a Seleção de Senegal para a Copa do Mundo 2018?