Jogadores do Chile acusam Puma de fornecer camisa réplica para amistosos

Já publicamos aqui que a Federação de Futebol Chilena está processando a Puma e pretende trocar de fornecedora até o final do ano, mas a crise parece ser mais grave do que parece. Leia abaixo na integra matéria publicada no Uol Esporte.

Os jogadores da seleção chilena acusaram a marca esportiva alemã Puma de fornecer réplicas das camisas oficiais à equipe que esta terça-feira jogará um amistoso contra o Haiti, na cidade de Fort Lauderdale, Estados Unidos.

 

“Hoje jogaremos com camisas réplicas. Oxalá nenhum haitiano me peça para trocar a camisa. É uma vergonha!”, escreveu o jogador Gary Medel em sua conta no Twitter.

“A seleção tem que jogar sempre com os uniformes oficiais, não com réplicas”, afirmou o goleiro e capitão do Chile Claudio Bravo, que deixou a seleção para retornar ao Barcelona depois do empate de zero a zero contra o México. “Esforçamo-nos ao máximo para defender bem as cores do Chile, mas é uma pena que nossa patrocinadora não faça o mesmo”, acrescentou.

A Puma se posicionou com comunicado em que assegurou que as camisas para os jogos com México e Haiti “são certificadas pela marca, com tecnologia já utilizada pela seleção chilena no passado”.

A revolta dos jogadores se deve ao fato que as camisas recebidas são iguais às que a Puma põe à venda para os torcedores, e não as “oficiais” que os jogadores usam e são confeccionadas com características diferentes na Turquia.

A crítica de Bravo acontece duas semanas depois que a Federação de Futebol Chilena entrou com uma representação contra a Puma porque a marca entregou fora do prazo o uniforme que “La Roja” vestiu no Mundial do Brasil e ainda enviou equivocadamente o uniforme da seleção de Gana.

A Federação Chilena solicitou o fim antecipado do contrato com a Puma, que termina em 31 de julho do ano que vem, o que abriria a possibilidade de buscar um novo fornecedor para a seleção na Copa América de 2015, que acontece em solo chileno.

A Puma veste a seleção chilena desde 2011, quando substituiu a marca canadense Brooks.

►Compre a camisa do Chile e muitas outras camisas de seleções na Fut Fanatics

Qual marca você gostaria de ver na seleção chilena no lugar da Puma?