Camisas de Futebol » EC Bahia no Grupo City: PUMA, mudança no escudo e nas cores? O que esperar?

EC Bahia no Grupo City: PUMA, mudança no escudo e nas cores? O que esperar?

Tricolor de Aço tem negociações avançadas para ser o parceiro brasileiro do City Football Group

by Juliano Buzato
EC Bahia City Football Group
Compartilhe este link em suas redes sociais:

Ao que tudo indica, é questão de tempo para que o City Football Group, ou Grupo City, como é comumente chamado no Brasil, se torne investidor do EC Bahia.

A especulação em torno da negociação já acontece há algumas semanas, mas nesta semana, o presidente do Tricolor esteve acompanhando o Manchester City pela Champions League, o que reforçou que a negociação está bastante próxima de chegar à uma proposta oficial, que deve ser apresentada para que o Conselho Deliberativo avalie.

Segundo informações do Correio 24 horas, em caso de acordo, o EC Bahia venderia 90% da sua SAF em troca de um investimento de R$ 650 milhões que seriam realizados em três anos, sendo que já em julho seriam injetados R$ 50 milhões, com mais R$ 150 milhões sendo aportados em caso de acesso à Série A.

Com a possibilidade da chegada do City Football Group ao Brasil, muitos questionamentos em relação às cores, escudo e material esportivo já tem sido feitas pelos torcedores, afinal, é bastante comum as equipe mudarem os seus escudos e até seus nomes assim que começam a fazer parte da empresa árabe.

Sobre o escudo e as cores, o Correio 24 horas é enfático em dizer que a negociação prevê que nem o escudo, nem as cores sejam alteradas, ou seja, o Bahia continuaria a ter o mesmo símbolo e sem mexer nas suas tradicionais cores, o azul, vermelho e branco.

Equipes Grupo City 2022

Vale salientar que apesar de estarmos acostumados em ver diversos times se adequando ao “padrão Manchester City” com escudo circular e o azul celeste como cor principal, isso está longe de ser uma regra, já que existem outros clubes no Grupo City que não mudaram o seu escudo ou a sua cor, como é possível ver no infográfico acima.

Outro ponto bastante questionado está em relação ao fornecedor de material esportivo, já que o CFG tem um acordo com a PUMA, que veste o Manchester City e a maioria das equipes do conglomerado.

Neste caso, não é possível afirmar ainda que o Bahia deixaria de vestir a Esquadrão para ter uniformes assinados pela PUMA, isso porque há um empecilho, já que a marca alemã tem um acordo de exclusividade com o Palmeiras, que garante a equipe como o único time de futebol da marca no Brasil.

Obviamente que um acordo pode ser feito e uma liberação para que o Bahia também vista a marca do felino seja feita, mas ainda assim, se olharmos para as equipes do Grupo City, nem todas vestem uniformes da empresa. Além do New York City FC, que veste Adidas por força do contrato de exclusividade da MLS com a marca alemã, há outras exceções, como o Yokohama F.Marinos, que também está com a Adidas, o Lommel SK, que veste Masita, o ESTAC Troyes, que está com a Le Coq Sportif. Portanto, não é possível afirmar que o Bahia automaticamente se tornaria um parceiro da PUMA.

Em suma, a chegada do City Football Group ao Brasil será uma grande novidade que vai movimentar ainda mais o nosso futebol, no entanto, é bem possível que não vejamos de imediato nenhuma mudança radical de identidade ou nos uniformes do Tricolor de Aço, caso o acordo seja mesmo confirmado.

O que acharam do EC Bahia entrar para o Grupo City? Gostariam de ver a equipe vestir PUMA ou alterar suas cores e o seu escudo? Compartilhe o link nas redes sociais!

Compartilhe este link em suas redes sociais:

Você também pode gostar