Camisas de Futebol » Three suspende patrocínio ao Chelsea por conta de sansões a Roman Abramovich

Three suspende patrocínio ao Chelsea por conta de sansões a Roman Abramovich

Governo britânico anunciou diversas proibições ao time inglês por conta da ligação de seu mandatário com Vladimir Putin

by Juliano Buzato
Three suspense acordo Chelsea
Compartilhe este link em suas redes sociais:

A Three Telecom anunciou a suspensão do patrocínio ao Chelsea, em meio às sansões impostas pelo governo do Reino Unido a Roman Abramovich.

A empresa de telefonia móvel é parceira do atual campeão europeu e mundial desde a temporada 2020-2021 e teria pedido inclusive para que a marca já fosse removida da camisa para o jogo desta quinta-feira, contra o Norwich City, pela Premier League.

Camisas-do-Chelsea-2021-2022-Nike (1)

As informações foram trazidas por Rob Harris, correspondente da “The Associated Press” que revelou um comunicado divulgado pela empresa, onde anuncia a suspensão temporária do acordo.

“À luz das sanções anunciadas recentemente pelo governo, solicitamos ao Chelsea Football Club que suspendesse temporariamente nosso patrocínio ao clube, incluindo a remoção de nossa marca das camisas e do estádio até um novo aviso.

“Reconhecemos que esta decisão terá impacto nos muitos torcedores do Chelsea que seguem a sua equipe apaixonadamente. No entanto, sentimos que, dadas as circunstâncias e a sanção do governo em vigor, é a coisa certa a fazer”.

Toda essa situação é consequência das sansões feitos pelo governo britânico à sete oligarcas russos, entre eles, Roman Abramovich, que mantém estreita relação com Vladimir Putin, presidente russo que ordenou os ataques à Ucrânia.

Chelsea FC Three 2020-2021

Devido à essas sanções, o Chelsea está proibido de contratar ou vender jogadores, renovar contratos e até vender ingressos (só poderão ir aos jogos quem já adquiriu antecipadamente). O governo também proibiu que Abramovich venda o clube, coisa que o mandatário tentava fazer desde o início do mês, após ser pressionado pelo parlamento britânico.

Apesar disso, o clube não foi proibido de disputar competições vigentes.

“Dado o impacto significativo que as sanções de hoje teriam no clube de futebol Chelsea e os potenciais efeitos disso, o governo esta manhã publicou uma licença que autoriza uma série de atividades relacionadas ao futebol a continuar no Chelsea. Isso inclui permissões para o clube continuar jogando partidas e outras atividades relacionadas ao futebol que, por sua vez, protegerão a Premier League, a pirâmide mais ampla do futebol, torcedores leais e outros clubes. Esta licença só permitirá certas ações explicitamente nomeadas para garantir que o indivíduo designado não é capaz de contornar as sanções do Reino Unido. A licença será mantida sob constante revisão e trabalharemos em estreita colaboração com as autoridades do futebol”, afirma comunicado feito pelo parlamento.

O primeiro ministro Boris Johnson também comentou as sanções impostas recentemente: “As sanções de hoje são o último passo no apoio inabalável do Reino Unido ao povo ucraniano. Seremos implacáveis na perseguição daqueles que permitem a morte de civis, a destruição de hospitais e a ocupação ilegal de aliados soberanos – disse Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido”.

O que acharam da Three suspender patrocínio ao Chelsea após sansões impostas pelo governo britânico a Roman Abramovich? Compartilhe o link nasredes sociais!

Compartilhe este link em suas redes sociais:

Você também pode gostar