Camisas de Futebol » Por que os jogadores de futebol recebem tanto?

Por que os jogadores de futebol recebem tanto?

by Juliano Buzato
Jogadores mais ricos
Compartilhe este link em suas redes sociais:

Para uns, o futebol é uma religião, para outros uma forma de viver, mas a verdade é que não existe competição a nível global que se consiga equiparar à supremacia deste desporto.

No que à escala mundial é quase impossível algumas das modalidades conseguirem sequer chegar aos pés do futebol, não só em termos de notoriedade, mas também relativamente aos valores astronómicos envolvidos.

Tudo o que se passa fora das quatros linhas tem igual ou superior importância aquilo que os protagonistas apresentam em campo, sendo que em termos monetários esta relevância é cada vez mais evidente, muito devido à publicidade e marketing existentes.

Uma das indústrias que tem vindo a esforçar-se para se destacar a par do futebol tem sido a do jogo online, sendo que as melhores marcas existentes no mercado podem ser encontradas nos mais variados patrocínios espalhados um pouco pelos estádios.

Se procura uma plataforma para realizar as suas apostas nesta modalidade, o site melhorescasasdeapostas.com.br, é um espaço onde poderá encontrar as melhores operadoras do mercado e descobrir mais informações sobre as mesmas.

O investimento financeiro por parte das mais variadas indústrias tem sido crucial para o desenvolvimento do futebol, sendo que os números que envolvem salários e transferências têm vindo a disparar com a inflação do mercado.

Mas afinal de contas, porque recebem tanto os jogadores de futebol?

Existe uma explicação simples, mas que engloba praticamente tudo o que é necessário – a sua exposição como atletas e figuras públicas gera ainda mais dinheiro daquele que é propriamente investido neles.

Todos os dias somos bombardeados com publicidades na televisão, redes sociais e em praticamente todo o nosso quotidiano, onde os grandes protagonistas são os jogadores e, consequentemente, os emblemas que representam.

Alguns dos melhores jogadores do mundo são mesmo das figuras mais seguidas nas redes sociais, sendo a sua vida escrutinada a cada passo, na procura incessante de um passo em falso para poder gerar controvérsia.

Cada vez mais os clubes são geridos como negócios, o que na verdade faz total sentido, e qual é a melhor montra que estes podem ter? Atletas carismáticos e que sejam reconhecidos por todo o mundo como Cristiano Ronaldo, Leonel Messi, Neymar, entre outros.

Estes “investimentos” feitos em determinados futebolistas têm vindo a ser verdadeiras minas de ouro, não só para os clubes em si, mas também para os atletas, já que estes começam a auferir de contratos verdadeiramente exorbitantes e que parecem de outro mundo.

Atualmente, os melhores jogadores desta modalidade oferecem dezenas de milhões ao ano, um número significativo, mas que ao lado do retorno que estes trazem para o clube que representam, acaba por ser “apenas mais um pormenor”.

Uma das perspectivas em ascensão é relativa aos montantes que os jogadores de futebol recebem com os contratos que estes assinam em termos publicitários, seja com empresas como a Nike, Rolex ou Benneton, que dominam os seus respetivos mercados.

Na maioria dos casos, estes incentivos são bem maiores que os contratos assinados como atletas, criando assim um portfólio completamente à parte onde o seu investimento como “ícone global” acaba por ser extremamente proveitoso.

A maioria destes atletas vive uma vida extremamente balanceada entre o desporto e os seus compromissos profissionais, tentando cimentar assim a sua posição financeira projetando a sua vida após se retirarem competitivamente.

Porém, algo que apenas recentemente começa a ser explorado por estes astros, são os investimentos, seja qual for a área em que estejam realmente interessados.

Aos poucos vemos jogadores de futebol a começarem a investir as suas riquezas nos mais diferentes segmentos, não só por gosto pessoal, mas também pela rentabilidade de alguns desses negócios a longo prazo.

Em termos gerais, estes atletas recebem tanto dinheiro porque são verdadeiras pérolas para os emblemas que representam e para as marcas que se queiram ver associadas a eles.

Esta simbiose acaba por ser quase sempre uma situação positiva para ambos os lados tendo em consideração o investimento-retorno e que pode durar muito tempo.

Compartilhe este link em suas redes sociais:

Você também pode gostar