Camisas de Futebol » Após 23 anos, parceria entre Camarões e PUMA deve chegar ao fim

Após 23 anos, parceria entre Camarões e PUMA deve chegar ao fim

by Juliano Buzato
Compartilhe este link em suas redes sociais:

A parceria mais longeva entre uma seleção africana e sua fornecedora pode estar próxima de um final. Juntos desde 1996, Camarões e PUMA podem encerrar neste ano o vínculo que já vai para sua vigésima terceira temporada.

Ontem, o presidente da FECAFOOT, Seidou Mbombo Njoya publicou em seu Twitter que esteve no dia 13 de fevereiro na sede da PUMA na França e até o momento as partes ainda não tinham chegado a um acordo de renovação. Segundo o presidente, a Federação Camaronesa de Futebol está aberta à discussões para escolher o próximo parceiro no fornecimento de material esportivo dos Leões Indomáveis.

A parceria entre PUMA e Camarões é uma das mais icônicas de todo o mundo. Além de já terem participado de quatro Copas do Mundo, a parceria também é vencedora e coleciona um ouro olímpico, nas Olímpiadas de Sydney, em 2000, e três títulos da Copa das Nações Africanas.

Camisa regata de Camarões 2002

Fora o destaque dentro dos gramados, algumas polêmicas fizeram parte da história, como a camisa regata usada em 2002 e o macacão lançado em 2004, que renderam punições à seleção africana impostas pela FIFA.

Antes de vestir uniformes assinados pela PUMA, Camarões teve outras quatro fornecedoras, Le Coq Sportif, de 1982 a 1987, Adidas, de 1988 a 1993, Mitre, de 1993 a 1995 e Lotto, de 1995 a 1996.

Recentemente, a PUMA anunciou um acordo para voltar a vestir a Seleção Egípcia. Além do Egito, Costa do Marfim, Gana e Senegal também tem acordos vigentes com a marca.

O que achou da possibilidade de término do acordo entre a Seleção de Camarões e a PUMA?

Compartilhe este link em suas redes sociais:

Você também pode gostar