O Galatasaray lançou recentemente seu novo uniforme reserva para a temporada 2017-2018, porém, a camisa nem estreou e já precisou sofrer modificações.

Isso porque, assim como aconteceu com a França durante a Eurocopa 2016 e Eliminatórias da Copa 2018, o novo manto, segundo a UEFA, fere as regras de uniforme da entidade.

Por isso, a Nike teve que produzir as pressas para o duelo contra o Östersunds, válido pelos playoffs da Liga Europa, novas camisas com as mangas brancas, ao invés das laranjas originais.

Segundo as regras da UEFA, de 2012, ambas as mangas devem ser idênticas em termos de cores e aparência (mesmo padrão ou desenho), exceto para desenhos com listras ou faixas. As mangas podem ter cores diferentes, contanto que essas cores sejam uma das duas cores predominantes do uniforme.

Isso acabou gerando dúvida nos torcedores, pois a segunda cor predominante seria o próprio laranja, o que se encaixaria na regra da entidade. Outros uniformes da Nike, como das seleções de Portugal, França (titular), Holanda e as camisas das equipes que trazem essa mudança nas cores das mangas não sofreram alterações.

Polêmicas à parte, a nova camisa não deu sorte e a equipe turca foi derrotada por 2×0, precisando reverter o resultado no jogo de volta, em Istambul.

Para os jogos do campeonato turco e as ligas domésticas, o Gala poderá utilizar o seu uniforme original.

Outro uniforme que poderia ocorrer tal problema é o reserva da Internazionale de Milão, mas a equipe não disputará nenhuma competição continental nesta temporada.

► Compre a camisa de times turcos na Fut Fanatics

O que achou da modificação na camisa reserva do Galatasaray?