O Club Guaraní do Paraguai teve que mudar a camisa titular para a temporada 2017 após muita polêmica entre os torcedores. O problema começou quando a equipe lançou os novos uniformes, produzidos pela Puma para a temporada, e muita gente percebeu que era idêntico ao modelo apresentado pelo Peñarol, meses antes.

Pela imagem, podemos perceber que não somente o template utilizado foi o mesmo, mas também a combinação de cores e talvez até a tonalidade delas. Ou seja, era a mesma camisa, com escudos e patrocinadores diferentes, que por sinal também tinham a mesma combinação de cores, sendo brancos na região nobre e pretos na faixa amarela das mangas.

E é claro que isso gerou um rage nas redes sociais, com os torcedores criticando demais a Puma e o Guaraní por terem aprovado um modelo igual ao da equipe uruguaia. Isso levou a equipe a pedir mudanças no modelo, prontamente atendidas pela marca.

A Puma então pegou o modelo anterior e fez alterações na gola, que se tornou redonda e amarela, nas faixas das mangas, que passaram do preto para o amarelo e nos punhos, que se tornaram totalmente pretos. A marca manteve o índio na barra, em marca d’água.

E a Puma Uruguai deu aquela leve zoada após esse episódio, dizendo que as camisas do Peñarol são únicas e não podem ser imitadas. O tweet já foi apagado.

 

O Guaraní então soltou uma nota do twitter informando que havia mesmo pedido a alteração das camisas, a fim de deixá-las diferentes das do Peñarol, reiterando que existe muito respeito e irmandade com o clube uruguaio.

► Compre camisas de times sul-americanos na Fut Fanatics

O que acharam dessa história toda? Gostaram da mudança? O Club Guaraní agiu corretamente?