Atletico Mineiro Topper

Que a Dryworld não vai ficar no Atlético-MG para o ano que vem, todos sabemos. O que não sabemos ainda é qual marca de fato irá assumir a camisa do Galo em 2017, pois a cada semana, uma nova interessada é anunciada.

Vocês devem se lembrar da notícia de que o Atlético-MG poderia criar uma marca própria, assim como fizeram o Paysandu, o Juventude e o Fortaleza, ou então que a Under Armour iria assumir o fornecimento esportivo do alvinegro após o término de exclusividade com o São Paulo.

Mas segundo o UOL Esporte, o distrato com a marca canadense já está feito e o Galo já poderia negociar com qualquer empresa tanto que o Atlético Mineiro já estaria acertado com a brasileira Topper para 2017.

O site diz também que o contrato ainda não foi assinado, e por isso, nenhuma das partes falam oficialmente sobre o assunto. Tempo de contrato e valores ainda são mantidos sob sigilo.

Outra informação levantada pelo UOL é a de que o time mineiro vestirá Dryworld até o final da Florida Cup, no dia 14 de janeiro, e que só depois disso é que passará a utilizar os uniformes da Topper, que devem ser apresentados em fevereiro.

atletico mineiro topper
Topper vestiu o Atlético-MG recentemente

Lembrando que até pouco tempo atrás, a Topper fazia parte da Filon Confecções, empresa especializada na produção de materiais esportivos para grandes marcas. O Atlético tinha contrato com a empresa e por isso vimos a equipe utilizando nos último 11 anos as marcas Diadora, Lotto, Topper e Puma, todas elas representadas pela Filon.

Hoje a Topper não faz mais parte da Filon, e isso seria um fato determinante na escolha da marca pelo Galo.
A parceria entre Atlético-MG e Dryworld fica marcada pelas polêmicas. A marca canadense deixou de pagar algumas parcelas do combinado com o Atlético. Parte desse valor vai ser abatido com o lucro da venda da terceira camisa lançada pelo clube no começo de novembro.

A grana que seria arrecadada para a empresa canadense vai ficar com o clube mineiro, porém isso não vai quitar a dívida total com o clube, o que pode levar o galo a entrar na justiça.

A Topper que também deve herdar o Goiás da Dryworld, já passou pelo Galo entre os anos de 2010 e 2012. O período ficou marcado pela ascensão do clube, com dois títulos do campeonato mineiro (2010 e 2012) e o vice-campeonato brasileiro (2012), com a presença de Ronaldinho Gaúcho na equipe.

Em 2013, a marca deu o lugar à Lupo, que vestiu o clube durante o título da Libertadores da América.

► Compre camisas do Atlético-MG na Fut Fanatics

Gostaram do possível acordo entre a Topper e o Atlético-MG?