Camisas de Futebol » Bomache e as marcas próprias | Entrevista Brand Bola

Bomache e as marcas próprias | Entrevista Brand Bola

by André Coutinho
Compartilhe este link em suas redes sociais:

Muitos clubes brasileiros têm apostado numa estratégia diferente para seus uniformes, buscando faturar mais e ter uma identidade maior dos mantos com sua torcida, que é a marca própria.

Segundo levantamento feito pelo MDF, nas três principais divisões do futebol brasileiro, há um total de sete equipes que possuem marca própria para seus uniformes, a maior parte deles na Série B (cinco).

São eles o Paysandu, com a Lobo, o CSA, com a Azulão, o Juventude, com a 19Treze, o Fortaleza, com a Leão1918, Sampaio Corrêa, com a Tubarão, todos na Série B. Na Série C estão o Santa Cruz, com a Cobra Coral, e o Joinville, com a Octo. Também possuem marca própria o Tubarão, com a Pxis, Central, com a Patativa, Caxias, com a Bravo35, River, com a Carijó, Treze, com a Galo, Inter de Lages, com a Team e Castanhal, com a Japiim.

Grandes equipes do futebol brasileiro também estudam a criação de uma marca própria, como o Bahia, que já fez até concurso e deve lançá-la ainda em 2018, e o Coritiba, que estuda lançar sua própria marca em 2019.

É sabido também que a maioria das marcas próprias dos clubes têm por trás uma empresa em comum, chamada Bomache, fabricante dos uniformes e outros produtos dessas marcas.

E para tirar todas as dúvidas acerca deste assunto, o pessoal do Brand Bola entrevistou o diretor comercial da empresa, Alexandre Dalla, disponibilizando a entrevista completa no YouTube.

Entre os diversos temas abordados durante a entrevista, podemos destacar a origem da Bomache e das parcerias com os clubes, primeiramente através do licenciamento de produtos oficiais desses times e depois a criação das marcas próprias, começando com a Lobo (Paysandu).

Outro destaque é a intenção da empresa em expandir suas ações para clubes da América Latina, também auxiliando na criação de marcas próprias.

Alexandre também comentou sobre a possibilidade de clubes do Sul e Sudeste aderirem à marca própria, afirmando que alguns paradigmas já foram quebrados.

Também foram apontados os fatores positivos de uma marca própria, como a gestão total das criações e planejamento por parte do clube.

Para conferir a entrevista completa com a Bomache, confira o vídeo abaixo:

Gostou da entrevista feita pelo Brand Bola com Alexandre Dala, diretor comercial da Bomache, sobre marcas próprias?

Compartilhe este link em suas redes sociais:

Você também pode gostar