PSG deve trocar patrocínio da Emirates pela Qatar Airways
Montagem

Após quebrar o recorde de maior contratação da história, o Paris Saint-Germain continua se movimentando no mercado. Porém, desta vez, o negócio não é relacionado com alguma grande estrela do futebol, mas sim com o seu patrocinador máster.

Segundo o usuário do twitter @parisunited6, que cobre os bastidores da equipe e antecipou a contratação de Neymar, o PSG estaria verificando a possibilidade de trocar a Emirates, patrocinadora do clube desde 2006, pela Qatar Airways, principal concorrente dela.

Mas, para fazer isso, a equipe teria que quebrar o atual contrato com a companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos, que é válido até junho de 2019. Este contrato foi firmado em maio de 2013, com validade, à época, de cinco anos.

A informação vai de encontro a dois fatos. O primeiro de que o time da capital francesa é comandado desde 2011 por Nasser Al-Khelaifi, empresário catari e membro do governo do país que tem como principal objetivo propagar o país no mundo do futebol para a copa de 2022 (Neymar deve ser o principal garoto-propaganda). O segundo fato é de que Emirados Árabes Unidos e Catar cortaram relações diplomáticas recentemente, inclusive com diplomatas dos emirados sendo “expulsos” do país em 05 de junho.

Ainda segundo o usuário, a troca se daria ao final da temporada 2017-2018, em junho de 2018.

 

► Compre camisas do PSG na Fut Fanatics

O que acha da possibilidade da troca de patrocinador na camisa do PSG, com a Qatar Airways assumindo o patrocínio máster do clube francês?