Juventus x Real Madrid - Camisas da Final da Champions League 1998 #ThrowbackThursday

Juventus x Real Madrid marcará, no próximo sábado (03), mais uma final da UEFA Champions League.

De um lado, os espanhóis, maiores campeões da competição, buscam o 12º título, do outro, a Velha Senhora, rainha absoluta da Itália nos últimos anos, luta pelo 3º. Cardiff ficará pequena para tamanho embate.

O duelo entre as equipes, no entanto, não é uma novidade quando se trata de final de Champions League. Em 1998, elas decidiram o continental na cidade de Amsterdam. E as camisas utilizadas na partida são o foco do nosso #ThrowbackThursday de hoje.

Mas antes de falarmos do jogo de 20 de maio de 1998, vamos trazer um resumo das campanhas dos dois clubes.

Real Madrid

Em pé: Ilgner, Hierro, Seedorf, Redondo, Panucci, Morientes. Agachados: Karembeu, Mijatovic, Roberto Carlos, Raúl e Sanchis.

O Real chegou à final com uma campanha de 6 vitórias, 3 empates e 1 derrota. Na fase de grupos, os merengues encararam Rosenborg, Olympiakos e Porto e terminaram na primeira posição, com 13 pontos (4V, 1E, 1D). Foram 15 gols marcados e 4 sofridos.

Classificado, o Real foi para as quartas de final, onde encarou o Bayer Lerverkusen. No jogo de ida, 1×1 na Alemanha, na volta, 2×0 em Madrid e vaga na semi-final para encarar o Borussia Dortmund, campeão do ano anterior. Após grande vitória em casa por 2×0, o Real foi à Alemanha e segurou um empate em 0x0, que o credenciou à finalíssima na Holanda.

Juventus

Em pé: Zidane, Torricelli, Iuliano, Inzaghi, Montero, Peruzzi. Agachados: Di Livio, Pessotto, Deschamps, Del Piero e Davids.

A Juve teve um caminho mais complicado, com 6 vitórias, 1 empate e 3 derrotas. Na fase de grupos, encarou Manchester United, que viria a ser campeão no ano seguinte, Feyenoord e Kosice, da Eslováquia, terminando na segunda posição, com 12 pontos (4 vitórias e 2 derrotas), atrás dos ingleses.

Nas quartas de final, a Velha Senhora teve um susto no jogo de ida, ao empatar em casa por 1×1 com o Dínamo de Kiev. A vitória na gelada Ucrânia era dever dos italianos e ela veio com um sonoro 4×1, com show de Inzaghi, que marcou 3 vezes. Na semi-final foi vez de encarar o Mônaco, que havia eliminado o Manchester United e contava com Henry e Trezeguet, que seriam campeões do mundo com a França logo mais. Primeiro jogo terminou em goleada da Juve na Itália pro 4×1, com 3 de Del Piero. No jogo da volta, derrota por 3×2 e a classificação para a final garantida.

A final

Disputada no dia 20 de maio de 1998, na Amsterdam Arena, na capital holandesa, a final reuniu o Real Madrid, que possuía até então 6 títulos europeus, e a Juventus, campeã dois anos antes, que buscava o terceiro.

Apesar do número de títulos, os merengues estavam em uma fila de 32 anos. A última conquista até então havia sido na temporada 1965-1966, com Puskas e Amancio, e isso estava deixando os torcedores com a ansiedade a mil.

Já a Juve, campeã em 1996, chegava à terceira final consecutiva. Em 1997 perdeu para o Borussia Dortmund por 3×1.

No final, eles puderam finalmente gritar “É CAMPEÃO!”, pois, com um golaço de Mijatovic aos 66 minutos, o Real bateu a Juve por 1×0 e se sagrou campeão europeu mais uma vez.

Camisas utilizadas

E as camisas utilizadas naquela final ficaram marcadas na história dos dois clubes. Pelo lado do Real Madrid, foi a última temporada com uniformes da Kelme, que deu lugar à Adidas nos uniformes merengues. Já pelo da Juventus, o modelo de 1997-1998, produzido pela Kappa, comemorava o centenário  do clube e é considerado um dos mais bonitos da história da equipe e é até hoje um dos mais procurados quando se fala em camisa retrô.

Real Madrid Home 1997-1998 Kelme

O último manto da marca espanhola para os merengues ficou eternizado naquela partida pelo fim da fila de 32 anos dos merengues no torneio europeu. Foi também o único título merengue naquela temporada.

A camisa era bem simples. Trazia o tradicional branco da equipe e possuía um recorte moderno para a época, com respiradouros nas laterais.

A gola tinha formato pólo era lilás, considerada por muitos torcedores como a segunda cor oficial do Real. A cor aparecia também em triângulos colocados nas mangas.

A Kelme estampava sua logomarca em lilás no cento do peito, logo abaixo da gola, com o escudo tradicional do Real Madrid abaixo.

Calção brancos com detalhes em lilás e meiões totalmente brancos completavam o uniforme.

Juventus Home 1997-1998 Kappa

O manto utilizado na finalíssima pela Juve foi seu tradicional listrado em preto e branco. No modelo produzido pela Kappa, eram três listras brancas e duas pretas, com as laterais formadas por um tecido com furinhos, também na cor preta.

As mangas eram brancas e possuíam um arco preto, cor utilizada também nos punhos e na gola, que possuía um design exclusivo da marca italiana.

A Kappa estampava uma versão branca de sua logomarca no lado direito do peito, dentro da listra preta, enquanto ao lado esquerdo era colocado a badge de campeão italiano, com o escudo da Juventus sendo colocado na manga esquerda.

Completavam o uniforme, calção e meiões pretos.

O uniforme também ficou marcado pelo título italiano naquela temporada.

Confira os melhores momentos da partida:

►Você encontra as camisas daquela final na Classic Football Shirts

Conhecia as camisas de Juventus x Real Madrid na final da UCL de 1998? Preferem as antigas ou as atuais?