São Paulo FC rescinde com a Under Armour

O contrato entre São Paulo FC e Under Armour iria até dezembro de 2019, no entanto com duas temporadas de antecedência, a parceria chegou ao seu final.

A rescisão do contrato foi oficializada nesta quinta-feira e segundo informações do Estado de São Paulo, a Under Armour arcou com a multa referente aos próximos dois anos de contrato.

Apesar do final do vínculo, o São Paulo pode continuar vestindo materiais esportivos da marca norte-americana até junho de 2018, mas o clube corre para que consiga iniciar o ano que vem já com um novo parceiro.

“Queremos encaminhar até o fim do ano um novo fornecedor de material esportivo. Estamos recebendo propostas e já conversamos com as principais empresas de material esportivo que estão no mercado”, explicou o diretor executivo financeiro do São Paulo, Elias Barquete Albarello, ao Estado de São Paulo. “O que se procura hoje é um fornecedor que também participe ativamente da busca até de patrocínios, além de fornecer o uniforme, ativar algo diferente. Aqui, isso não aconteceu. Tínhamos uma loja aqui (no Morumbi), mas não está aberta”, finalizou o dirigente.

Juntos desde 2015, São Paulo e Under Armour vinham discutindo a parceria desde meados deste ano, devido ao baixo retorno que a marca estava tendo com o contrato, até que em setembro ficou decidido que a marca não prosseguiria no clube, situação que foi oficializada nesta quinta.

Umbro, Adidas e New Balance já foram ventiladas como possíveis marcas parceiras do Tricolor para 2018, mas segundo o Estadão, Penalty, Nike, Topper e Kappa seriam as marcas interessadas neste momento.

► Compre a camisa do São Paulo na Fut Fanatics

O que acharam da rescisão precoce entre Under Armour e São Paulo e qual marca você gostaria de ver no Tricolor em 2018?