CSA terá marca própria em 2018

O Centro Sportivo Alagoano, mais conhecido como CSA, é mais uma equipe a apostar em uma marca própria em 2018. A equipe de Maceió, que subiu para a série B do Brasileirão, vai anunciar a sua nova fornecedora no próxima dia 15 de dezembro em evento que será realizado no Stadium Maceió Shopping.

Até o momento, o clube faz suspense sobre o nome de sua marca própria de material esportivo, que será revelado junto com os novos uniformes para a temporada 2018.

Se tem tido bastante sucesso dentro dos gramados, ultimamente o CSA não tem tido parcerias felizes no fornecimento de material esportivo. Em 2016, o clube vestia Super Bolla, mas logo que conseguiu o acesso à série C, anunciou que utilizaria em 2017, uniformes assinados pela Umbro.

No entanto, o casamento com a fornecedora inglesa acabou rapidamente, com muita reclamação em relação ao material esportivo fornecido. Logo em março deste ano, o clube recorreu novamente ao Grupo SB, que ao invés da Super Bolla, ofereceu sua marca “premium” a Numer, que se despede da camisa do clube, apenas 8 meses após sua estreia.

A marca própria do CSA é uma parceria com a MM Manager Sport, empresa que tem como sócio o ex-presidente do Paysandu, Alberto Maia, que estava no cargo quando a marca Lobo foi lançada para o Papão da Curuzu.

A criação de uma marca própria tem sido tendência em alguns clubes brasileiros. Além do Paysandu, já citado acima, o Juventude, o Fortaleza, o Santa Cruz e mais recentemente o SER Caxias também aderiram à estratégia de gerenciar sua própria fornecedora de materiais esportivos.

►Compre camisas do CSA na Fut Fanatics

O que acharam do fato do CSA ser mais uma equipe brasileira a apostar em uma marca própria de materiais esportivos?