Seleção Mexicana e a camisa do Cruzeiro-RS na Copa de 50

Se lembram daquela vez que a Seleção Francesa utilizou uma camisa listrada em verde e branco na Copa do Mundo de 1978 contra a Hungria? Sabia que não foi a primeira vez que isso aconteceu em uma Copa?

O quadro #ThrowbackThursday de hoje traz um episódio ocorrido na Copa do Mundo de 1950, disputada no Brasil. Em partida pela fase de grupos, mais precisamente no Grupo 1, México e Suíça, duas seleções já eliminadas aquela altura, se enfrentariam pela última rodada.

Seleção Mexicana e a camisa do Cruzeiro-RS na Copa de 50

Era dia 2 de julho de 1950. O México disputava sua segunda Copa do Mundo (a primeira foi em 1930) e já havia levado dois sacodes em dois jogos: 4×0 para o Brasil, na estreia, e 4×1 para a Iugoslávia. A Suíça, por sua vez, também disputava sua segunda Copa (havia jogado em 1934) e havia perdido na estreia para a Iugoslávia por 3×0 e empatado por 2×2 no segundo jogo. Com a vitória do Brasil sobre a Iugoslávia no dia anterior, a seleção também já estava eliminada.

As duas equipes entrariam em campo as 15h40 no Estádio dos Eucaliptos, antiga casa do Internacional de Porto Alegre, porém havia um problema: ambas utilizavam camisas vermelhas e naquela época não era estabelecido ainda o uso de camisas reservas. A história conta que a primeira resolução para o caso seria o de utilizar as camisas do time da casa, mas o Inter também jogava de vermelho, então foram dadas as opções de buscar os uniformes ou do Grêmio, ou do Cruzeiro, que acabou sendo escolhido pois o Estádio das Montanhas era mais próximo.

Tudo isso foi arquitetado em uma reunião junto de representantes da CBD. Faltava decidir quem usaria as camisas listradas em azul e branco da equipe gaúcha, o que acabou acontecendo na base do “cara ou coroa”. O México acabou vencendo, mas num ato de gentileza acabou cedendo aos suíços o direito de atuar com a camisa vermelha, utilizando assim as camisas listradas.

As equipes entraram em campo no horário estabelecido com as seguintes composições: Suíça atuou de camisa vermelha, calção branco e meiões vermelhos, enquanto o México jogou com camisas listradas em azul e branco, calção azul marinho e meiões pretos.

O uniforme diferente acabou não dando sorte aos mexicanos, que terminaram derrotados por 2×1, gols de Bader e Antenen para a Suíça e Casarín para o México. Uma curiosidade é que o lendário goleiro Carbajal, que possui ao lado de Gianluigi Buffon e Lothar Matthäus o recorde de cinco Copas do Mundo disputadas, estava em campo.

É muito raro encontrar registros fotográficos daquela época. Hoje, ninguém sabe onde estão as camisas que foram utilizadas pelos mexicanos naquele 02 de julho de 1950.

Cruzeiro-RS

Cruzeiro-RS

O Esporte Clube Cruzeiro é um clube brasileiro de futebol, sediado atualmente na cidade de Cachoeirinha, no Rio Grande do Sul (em 1950 tinha sede em Porto Alegre). Foi o primeiro clube gaúcho a viajar pela Europa, no ano de 1953. Foi Campeão Gaúcho em 1929 e Campeão da Segunda Divisão do Campeonato Gaúcho (atual Divisão de Acesso) em 2010. Em 1960, conquistou o título do Torneio da Páscoa em Berlin, na Alemanha.

Em 2017, a equipe teve uniformes produzidos pela Weefe, e disputou o Campeonato Gaúcho, tendo sido eliminado nas quartas de final pelo Internacional, e a Copa FGF, tenso sido eliminado pelo São José nas semi finais. Os uniforme titular da equipe continua sendo o modelo listrado em azul e branco.

Curiosamente, a equipe já teve uniformes produzidos pela Adidas, no ano de 2014. A parceria com a atual fornecedora da Seleção Mexicana não durou muito, apenas um ano, com a produção de uniformes bem genéricos.

► Compre camisas de futebol na Fut Fanatics

O que achou da história do México atuar com camisas do Cruzeiro-RS em 1950?