Camisa da Bélgica Eurocopa 1984 Adidas

A Adidas lançou camisas para suas seleções para a Copa do Mundo, com inspiração em modelos utilizados no passado. Entre elas, está o modelo lançado para a Bélgica, que irá para sua segunda Copa do Mundo seguida, a 13ª em sua história.

O manto para 2018 é inspirado naquele utilizado pelos Red Devils na Eurocopa de 1984, uma camisa bem marcante na história da seleção que iremos recordar agora!

Bélgica na Eurocopa 1984

Camisa da Bélgica Eurocopa 1984 Adidas

A camisa utilizada pela Bélgica em 1984 ficou sim marcada, mas muito mais pelo design inovador para época do que pela campanha belga na Eurocopa, que podemos chamar de “pífia”.

Depois do vice em 1980, a Bélgica chegou como uma das favoritas em 1984. A seleção caiu no Grupo A da competição, junto de França, Dinamarca e Iugoslávia, um grupo considerado difícil, no qual se classificavam os dois primeiros.

O começo foi promissor: vitória tranquila por 2×0 sobre a Iugoslávia, com gols de Vandenbergh e Grun, resultado que deu confiança para a seleção, que enfrentaria a favorita ao título França a seguir.

Camisa da Bélgica Eurocopa 1984 Adidas

Porém, no segundo jogo, tudo deu errado. Diante da Seleção Francesa, que seria campeã daquela Euro, os belgas acabaram levando uma goleada histórica, com atuação brilhante de Platini. O resultado final foi de 5×0 para os Bleus, com três gols de sua principal estrela, um de Giresse e outro de Fernandez.

A Bélgica precisava, a qualquer custo, vencer os dinamarqueses na última partida ou estaria desclassificada. O começo foi ótimo, com Ceulemans, craque daquele time, e Vercauteren abrindo 2×0 com 39 minutos de jogo. Porém, logo aos 41, Arnesen, batendo pênalti, diminuiu.

No segundo tempo, a Dinamarca foi pra frente, precisando pelo menos do empate, que veio aos 60 minutos, com Brylle. O golpe de misericórdia foi aos 84, com gol de Elkjaer, assim acabando com o sonho belga.

A camisa da Bélgica 1984

Camisa da Bélgica Eurocopa 1984 Adidas

O manto da Bélgica para a Eurocopa 1984 foi lançado meses antes da competição e foi utilizado até a Copa do Mundo de 1986, quando um outro modelo foi criado.

Ele tinha a cor vermelha como predominante, em um modelo de gola pólo de mesma cor. O principal destaque ficava por conta de uma faixa horizontal branca, disposta na região peitoral, onde eram colocados os chamados “diamonds”, que nada mais eram do que losangos translúcidos com as cores da bandeira.

A Adidas estampava uma versão amarela de sua logomarca antiga no lado esquerdo do peito, enquanto o escudo da Federação Belga era colocado no centro, dentro de um losango preto.

A camisa da Bélgica 2018

Camisas da Bélgica 2018-2019 Adidas

O manto para a Copa do Mundo 2018 tem grande semelhança com o utilizado 33 anos atrás. Ele traz a cor vermelha como predominante, em um tom que remete ao retrô, e tem novamente os diamonds nas cores da bandeira no peito, porém sem a faixa branca de fundo.

As três listras da marca são colocadas nas laterais, também em vermelho, assim como a gola, que desta vez tem formato V com sobreposição.

A Adidas novamente estampa uma versão amarela de sua logomarca na camisa, mas desta vez no lado direito do peito, enquanto o escudo da Federação Belga é novamente aplicado no centro, dentro do diamond central preto.

O craque: Jan Ceulemans

Camisa da Bélgica Eurocopa 1984 Adidas

Artilheiro e capitão da Seleção Belga em 1984, Jan Ceulemans, nascido em 28 de fevereiro de 1957 em Lierse, atuou sempre em seu país natal. Começou sua carreira em 1974, no time de sua cidade, pelo qual jogou até 1978, marcando 29 gols em 101 jogos, quando se transferiu para o Club Brugge, equipe do qual é ídolo. Por lá, foram 191 gols em 407 jogos pela equipe, pela qual se aposentou em 1992 para se tornar técnico.

Camisa da Bélgica Eurocopa 1984 Adidas

Ceulemans é também o jogador que mais atuou pela Seleção Belga, com 96 partidas entre 1977 e 1991 e tendo participado das Copas do Mundo de 1982, 1986 e 1990, além das Eurocopas de 1980 e 1984.

Pelos Red Devils, o camisa 11 marcou 23 gols e recentemente foi eleito para o FIFA 100, uma lista com os 125 maiores jogadores de todos os tempos pela FIFA.

►Compre a camisa da Bélgica na Fut Fanatics

Se lembrava da campanha da Bélgica em 1984? Acha que vale a inspiração para a Copa de 2018?