Após polêmica, Colômbia e Adidas enviam nova camisa às jogadoras

A nova camisa da Colômbia para a Copa do Mundo 2018 foi lançada na última segunda-feira e causou polêmica entre as jogadoras profissionais do país.

A polêmica se dá pela escolha dos “modelos” para apresentar o novo manto da seleção. Para apresentar o uniforme da seleção masculina, foram escolhidos os jogadores James Rodriguez, Cuadrado, Ospina e Yerry Mina, enquanto para apresentar a versão feminina do uniforme a escolhida foi a modelo local Paulina Vega, Miss Universo 2014 e patrocinada pela Adidas.

Jogadoras colombianas foram às redes sociais para se pronunciar de maneira negativa sobre o lançamento, pedindo mais atenção às atletas profissionais do país, que não tiveram o reconhecimento nessa hora.

Após polêmica, Colômbia e Adidas enviam nova camisa às jogadoras
Paulina Vega, modelo colombiana

“Até o momento, não vi nenhuma jogadora da seleção feminina da Colômbia apresentando a nova camisa. Alguém por aí viu? Entendo que, por razões publicitárias, vocês prefiram que Paulina Vega apresente a camisa, mas o respeito e o mérito das jogadoras contam também, Adidas”, disse Vanessa Córdoba, goleira do time feminino do Santa Fe e filha do ex-goleiro Óscar Córdoba.

“É triste, depois de todo o esforço que fazemos a cada torneio, que Paulina Vega seja a escolhida para apresentar a camiseta, com todo o respeito a ela, a quem admiro muito. Acreditamos que deveriam ter sido escolhidas três ou quatro jogadoras para promover a nova camisa da seleção, assim como foi feito com o time masculino”, reclamou Nicole Reigner, atleta do América de Cali.

Montagem: Todo Sobre Camisetas

Curiosamente, no Reino Unido, que é área de cobertura da Adidas UK, as jogadoras de Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales participaram da campanha de lançamento dos novos uniformes de suas seleções.

Na Europa em geral é comum o lançamento de camisas exclusivas para as seleções femininas, diferentes dos modelos masculinos, e sempre utilizando as jogadoras como modelos. Isso já foi testado na América do Sul, nas seleções de Colômbia e Argentina, mas não tiveram grande difusão ou algum tipo de lançamento.

Podemos perceber que dentro da própria Adidas existem divergências com relação ao futebol feminino, alterando o modo como é divulgado ou incentivado de acordo com a região de cobertura.

Após a polêmica, a Federación Colombiana de Fútbol e a Adidas decidiram enviar camisas para as jogadoras também participarem da campanha de lançamento. Algumas delas, inclusive, já postaram fotos utilizando o novo manto colombiano.

 

Não foi a primeira polêmica envolvendo uniforme da Adidas após o lançamento oficial das novas camisas para a Copa do Mundo. Dias atrás, a camisa da Espanha também causou uma enorme polêmica no país por supostamente conter a cor roxa, símbolo de oposição à monarquia espanhola.

► Compre a camisa da Colômbia na Fut Fanatics

O que achou da polêmica envolvendo as jogadoras da Colômbia e o lançamento da nova camisa?