Cores colocadas apenas como ilustração

Um dos únicos times patrocinados pela Umbro que ainda não lançou um uniforme alternativo nesta temporada, o Cruzeiro Esporte Clube terá uma nova camisa três apresentada no dia 05 de novembro, pelo menos é o que garante a imprensa mineira. No dia, o novo manto deve fazer sua estreia na partida contra o Atlético Paranaense, em duelo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017.

“Vamos estrear contra o Atlético-PR. Já está fechado, praticamente. O lançamento deve acontecer dois dias antes. A festa vai ser por conta da torcida. Um evento, com estilo de festa, não vai ter. Alguma ativação, com certeza, faremos. Faremos um evento para divulgar e lançar a camisa” disse Robson Pires, diretor comercial do clube, ao site Globoesporte.com.

O novo manto, segundo informações trará o design padrão da Umbro e será monocromático, ou seja, a logo da marca, as estrelas da constelação Cruzeiro do Sul e os patrocinadores serão aplicados na mesma cor da camisa.

“Inspiração são as cores do Cruzeiro, história do Cruzeiro, o terceiro uniforme. É uma camisa que a gente tenta trazer todos os patrocinadores numa tonalidade só, uma camisa monocromática, uma harmonia total das cores. É uma camisa diferente, que nós tivemos absoluta liberdade para trabalhar na criação. Vai marcar, com certeza. Mais do que isso não posso falar. Temos que esperar. Guardar para o torcedor essa surpresa”, revelou Pires.

Robson Pires ainda revelou que o lançamento no final da temporada é realmente para gerar apelo do consumidor nas festas de fim de ano. “A demora foi uma estratégia. Decidimos lançar a camisa 3 mais perto das festas de fim de ano, como pediu o presidente, gerando mais um apelo de consumo do torcedor. Chega em dezembro, o torcedor quer dar uma camisa nova, quer ganhar um presente novo, e ele vai ter a camisa 3 para fazer essa troca de presentes. Isso foi uma estratégia que o presidente pediu”.

► Compre camisas do Cruzeiro na Fut Fanatics

Gostou das informações sobre a nova terceira camisa do Cruzeiro 2017-2018?