Flamengo Adidas Bonus

O blog Bastidores FC do GloboEsporte.com trouxe hoje uma matéria destrinchando alguns detalhes do contrato entre Flamengo e Adidas, firmado em 2013. Nela, uma má notícia para os torcedores rubro-negros: o desempenho da equipe, segundo a fornecedora, foi considerado fraco neste período de quatro anos, o que fez com o que a equipe perdesse um grande bônus no contrato.

Desde que foi firmado, até o fim deste ano, é previsto que a marca alemã pague um valor de R$ 12,5 milhões ao clube carioca por temporada, isso somado à uma “taxa de início de parceria” de R$ 38 milhões, já paga. A partir de 2018, o valor pago por temporada sofrerá um reajuste para R$ 17,5 milhões.

O problema, porém, está em uma cláusula (3.4) que prevê bônus associados à performance da equipe de futebol, que poderiam ser três níveis: fraco, mediano e excelente.

Diz a cláusula 3.4:

“Ao término do quinto ano de contrato as partes deverão observar a performance do clube ao longo dos cinco primeiros anos de contrato para a verificação de em qual dos níveis de desempenho, de acordo com a tabela abaixo, o clube pode ser classificado. A quantidade de títulos e/ou qualificações em uma das competições excedente ao mínimo estabelecido na tabela abaixo não terá o condão de compensar a falta de títulos e/ou qualificações da outra competição”.

Reprodução: Globoesporte

Segundo a marca, o desempenho da equipe desde 2013 foi fraco, pois venceu apenas dois campeonatos cariocas e uma Copa do Brasil no período.

Por ter sido classificado como fraco, o desempenho fez com que o clube deixasse de receber mais R$ 1,75 milhão, além da correção dos valores pelo IPC (Índice de Preço ao Consumidor) acumulado em 2017 por cada uma das próximas cinco temporadas até o fim do contrato.

Para entendermos melhor essa divisão, temos que ver quais eram os requisitos da marca para que se atingissem os níveis maiores de desempenho.

Para atingir uma qualificação mediana, o time precisava pelo menos de um título do Campeonato Brasileiro e duas classificações para a Libertadores. Caso tivesse alcançado esse nível, os R$ 17,5 milhões sofreriam somente o acréscimo do IPC, previsto para fechar 2017 em torno de 5,6%.

Já para chegar ao nível “excelente”, o Flamengo precisava conquistar um título da Libertadores e duas classificações para a competição continental, mais dois títulos brasileiros da Série A, o que elevaria o valor a R$ 19,25 milhões + IPC acumulado.

Reprodução: Globoesporte

Além de tudo isso ainda existem as premiações. O valor atual delas está previsto assim: Carioca = R$ 250 mil; Copa do Brasil = R$ 300 mil; Copa Sul-Americana = R$ 400 mil; Brasileiro Série A = R$ 1 milhão; Copa Libertadores = R$ 1,5 milhão; e Mundial da Fifa = R$ 800 mil.

Assim como o valor pago por temporada, esses valores também subirão, passando a ser: Carioca = R$ 300 mil; Copa do Brasil =, R$ 380 mil; Copa Sul-Americana = R$ 500 mil; Brasileiro da Série A = R$ 1,3 milhão; Copa Libertadores = R$ 2 milhões; e Mundial da Fifa = 800 mil.

► Compre a camisa do Flamengo na Fut Fanatics

O que achou dos detalhes do contrato do Flamengo com a Adidas e a avaliação do desempenho do futebol do clube ser considerado “fraco”?