Neste 1º de Outubro, a Catalunha viveu momentos tensos, por conta do referendo que ocorreria para decidir se o povo quer a independência da Espanha.

O governo espanhol reprimiu com violência quem tentou ir às urnas e mais de 300 feridos foram registrados em embate contra a polícia.

As consequências do referendo já vinha sendo refletido no futebol antes mesmo dele ocorrer. Uma semana antes a Federação Espanhola proibiu o Lleida Esportiu de jogar com sua camisa senyera. E devido aos conflitos com a polícia neste domingo, o Barcelona tentou adiar o jogo contra o Las Palmas, pedido que foi recusado pela LFP, então o clube decidiu de última hora jogar com os portões fechados.

“Tentamos adiar a partida durante o dia todo, mas não conseguimos. Diante da negativa da liga de passar o jogo para outro dia e a sanção de seis pontos para o time, falamos com dirigentes, executivos, corpo técnico e jogadores e decidimos jogar com portões fechados para que o mundo veja o que está acontecendo na Catalunha”, afirmou o presidente do clube Josep Maria Bartomeu.

Antes do jogo, o Barcelona entrou com sua camisa pre-match, que traz as cores da Catalunha, como forma de apoiar o povo catalão.

Por outro lado, o Las Palmas fez questão de apoiar o governo espanhol e bordou em sua camisa a bandeira espanhola com a data do jogo de domingo. Em nota, a equipe das Ilhas Canárias criticou o referendo e disse que defende a unidade espanhola.

Las Palmas usa camisa para criticar referendo na Catalunha

Apesar do Barcelona se mostrar pouco inspirado e notadamente incomodado de estar jogando em um dia nada comum, a equipe blaugrana venceu por 3×0 contando com o seu decisivo craque Leo Messi que anotou duas vezes.

► Compre a camisa de clubes espanhóis na Fut Fanatics

O que acharam do Las Palmas usar a sua camisa para criticar o referendo na Catalunha, durante jogo contra o Barcelona?