Top10 Melhores camisas da história da Premier League

A Classic Football Shirts, loja com a maior variedade de camisas de futebol clássicas no planeta, com produtos originais de equipes de todos os continentes, de décadas passadas até os dias de hoje, criou sua lista das 10 melhores camisas da história da Premier League, competição fundada em 1992 e que completou 25 anos em 2017.

A loja fica sediada em em um galpão ao lado do Etihad Stadium, em Manchester, conhecida como capital têxtil da Europa e sede mundial da Umbro, ou seja, a CFS é uma grande referência quando se fala em camisas inglesas.

Segundo os responsáveis pela loja, os pontos levados em questão para a escolha do TOP 10 foram além da beleza, o momento, os craques que a utilizaram e o legado que deixaram.

A Premier League comemorou 25 anos de existência no último dia 15 de agosto e durante todo esse tempo, 47 clubes diferentes participaram do maior campeonato nacional do mundo, ou seja, milhares de modelos de camisas diferentes foram utilizadas no período.

Confira abaixo a lista da Classic Football Shirts com as 10 melhores camisas da história da Premier League:

1- Aston Villa Home 1992-1994 Umbro

“Começamos com algo que você, infelizmente, não vê muito nos dias atuais, que é a gola redonda de cordões. Apesar da Umbro ter produzido uma variedade deste design para o Manchester United e Sheffield United, é difícil ver passado esse esforço glorioso com o pescoço redondo e o patrocinador da Mita Copiers. Isso traz memórias de um prolífico Dalian Atkinson e a chegada do galês Dean Saunders, que levaram o Villa a disputar o título da temporada de estreia com o Manchester United, batendo os eventuais campeões no Villa Park graças a um belo chute de Atkinson. O estatuto entre nós pode também nos lembrar um momento cômico “lado B” da Premier League, que foi o gol perdido por Ronny Rosenthal do Liverpool em partida contra o Villa. Nunca uma torcida deu tantas risadas desde então.”

2- Wimbledon Home 1997-1998 Lotto

“É fácil esquecer que Joe Kinnear foi um dia um astuto manager na Premier League, entregando segurança e mais para um clube do que partir de um espetacular 8º lugar em 1996-1997 para a falência apenas 6 anos depois. Este design da Lotto faz com que esta lista agradeça ao toque de classe italiano da marca, que fez os uniformes do Milan até o final da temporada 1997-1998 e pode desaparecer da cena das camisas num futuro próximo. Embora eles deixassem entusiastas com uma sutilmente caótica camisa azul marinha, com um detalhe amarelo no colarinho e punhos e bordado ‘The Crazy Gang’ no peito.”

3- Arsenal Home 2005-2006 Nike

“Esta extremamente elegante camisa Nike celebrou a última temporada do Arsenal em seu icônico estádio Highbury e transborda estilo, assim como a linha de ataque composta por Bergkamp e Henry com bordado dourado em volta do escudo da equipe e patrocinador também num ouro brilhante. Isso proporcionou o momento perfeito também, apresentando uma emocionante vitória por 4×2 sobre o Wigan Athletic, com Henry beijando o relvado depois de marcar duas vezes em uma familiar performance devastadora em casa, que acabou sendo também a última partida da lenda Dennis Bergkamp na Premier League.”

4- Newcastle Home 1995-1997 Adidas

“Este design usado em duas temporadas viu de tudo. Altos, baixos, headphones tamanho família, uma transferência recorde, a chegada de um colombiano em um casaco de pele e com certeza, a luxúria de Phillipe Albert, superando a maginífica vitória por 5×0 sobre o Manchester United no St. James Park. Ele apresenta uma exclusiva gola redonda com botões, o icônico patrocinador da Newcastle Brown Ale, e uma ligeiramente ventilada costura de fábrica, abrigando as tradicionais listras pretas e brancas do exército Toon.”

5- West Ham Home 1999-2001 Fila

“Nada resume melhor tudo que amamos sobre a Premier League do que uma bela festa cheia de gols e esta camisa a Fila (Sim, Fila!) tem grande orgulho de ter participado de uma, na clássica vitória de 5×4 sobre o Bradford City. A fratura na perna de Shaka Hislop e a entrada do terceiro goleiro Steven Bywater foram o catalisador da febre de gols no Upton Park. E cinco gols no período de 16 minutos deixaram os torcedores dos Hammers deslumbrados por um motivo a mais do que apenas o cabelo e Jamie Lawrence. Embora tenha levado a algo ainda melhor com Paolo Di Canio, que consolidou o lugar dessa camisa do Hall da fama.”

6- Blackburn Rovers Home 1994-1996 Asics

“Esta camisa da Asics foi utilizada em um surpreendente título da Premier League na temporada 1994-1995. Ele tem um design ótimo, com uma base texturizada, abrigando o escudo do clube em feltro (algo que você não vê mais em nenhum lançamento) e o patrocinador McEwan’s em um box, também de feltro, com as tradicionais cores azul e branca da equipe. O uso espetacular da cor vermelha no patrocinador e em detalhes na camisa superam um ótimo esforço. A forma surpreendente de Alan Shearer na época o levou ao estrelato internacional, com 34 gols em uma temporada, um recorde a ser batido ainda hoje. Embora as atenções tendam para o lado de Shearer, também merecem menções honrosas Tim Sherwood, Graeme Le Saux e David Batty, todos ícones cult da década de 90.”

7- Manchester City Third 2009-2010 Umbro

“A linha ‘Tailored by Umbro’, lançada na temporada 2009-2010, viu a série de materiais simples, com algodão na composição, que se tornaram, desde então, favoritas entre os colecionadores de camisas. O design da faixa nesta terceira camisa do City incorpora as cores do distrito de Ardwick em Manchester com escudo e fornecedora bordados e um pequeno patrocínio da Etihad Airways. É realmente raro ver um patrocinador abrir mão de sua marca por causa do design, e será muito difícil vermos isso novamente. O grande momento veio quando o esquadrão de Roberto Mancini finalmente precisou jogar a sério, mostrado que poderia ser campeão ao vencer o Chelsea por 4×2 em pelo Stamford Bridge, que viu Craig Bellamy e Carlos Tevez deitarem e rolarem.

The sash design on this City third shirt incorporates the clubs Ardwick colours with stitched badges and a tiny Etihad Airways sponsor. It’s quite rare to see a sponsor give way to allow for a design to flourish, and going into a season with the potential for a sleeve sponsor it’s unlikely we will see another soon.

Its defining moment came when Roberto Mancini’s men finally demanded to be taken seriously, dismantling would be champions Chelsea at Stamford Bridge in a 4-2 rout which saw Craig Bellamy and Carlos Tevez each bag a brace. Infelizmente, também fo io dia que a liga se transformou em uma verdadeira novela, depois que Wayne Bridge se recusou a apertar a mão de John Terry.”

8- Liverpool Home 2013-2014 Warrior

“O título da Premier League 2013-2014 pode de alguma forma ter terminado com o Manchester City, mas ela foi toda relacionada ao Liverpool e sua bela camisa da Warrior, uma fusão de modernidade e aspectos retrô, incluindo faixas em dois tons de vermelho com detalhes em branco na gola e nos punhos, além da segunda temporada utilizado o tradicional escudo dourado. O time de Brendan Rodgers começaram o torneio correndo por fora, porém, com uma campanha de 14 vitórias em 16 jogos após o Natal, eles chegaram ao topo, antes do Chelsea e do Crystal Palace partirem o coração de Gerrard. O super ataque da equipe, com Suarez, Sturridge e Sterling destruiu os principais adversários em tantas ocasiões que esta camisa ficará em nossa memória por um bom tempo. Possivelmente o maior momento tenha sido o 5×1 sobre o Arsenal em fevereiro de 2014, com os reds abrindo 4×0 em apenas 20 minutos, embora tenhamos menções honrosas à vitória de 5×0 sobre o Tottenham, os 4×0 sobre o Everton e a vitória espetacular de 3×2 sobre o City, que deveria ter confirmado o primeiro título de Premier League para a equipe.”

9- Manchester United Home 1998-2000 Umbro

“Possivelmente a mais icônica de todas, a revolucionária gola com zíper na camisa titular da Umbro, com um aceno para os designs dos anos 70 incorporando os running diamonds nas mangas, parte de sua campanha incrivelmente vitoriosa, e a finalização de grandes momentos e partidas clássicas. Um dos principais momentos foi na primeira partida, quando David Beckham marcou um gol de falta com uma incrível curva aos 96 minutos, começando sua redenção após a Copa do Mundo de 1998. A imagem dele comemorando em frente ao Sol que batia na Stretford End ao segurar um empate de 2×2 com o Leicester City e o zíper totalmente aberto reside até hoje na memória dos fãs. É provável dizer que isso foi ponto chave no merchandising e vendas de camisas em um novo nível de interesse global, mas para os fãs, sempre serão evocadas memórias da inesquecível jornada para a “Terra Prometida”.

10- Chelsea Home 2005-2006 Umbro

“Única ‘camisa de centenário’ a aparecer nesta lista, este modelo do Chelsea foi utilizado em sua campanha pelo bi campeonato, com uma classudo azul royal e detalhes em dourado, além do escudo especial de centenário. José Mourinho atingiu o ápice de seus poderes nesta campanha, com um um padrão tático impressionante dentro de campo, com Arjen Robben, Didier Drogba, Frank Lampard e John Terry, uma escalação para botar medo. Tirando um desafio legítimo do Manchester United, o Chelsea nunca precisou olhar para trás desde o primeiro dia, vencendo 20 dos 22 primeiros jogos, o que inclui uma demolição para cima do Liverpool, com placar de 4×1 em pleno Anfield e uma vitória crucial sobre o Arsenal por 2×1.”

► Você encontra uma grande variedade de camisas clássicas na Classic Football Shirts e ganha 10% de desconto utilizando nosso cupom exclusivo MANTOS10

O que achou da lista da Classic Football Shirts das 10 melhores camisas da história da Premier League?