qpr-errea

O ano de 2016 começou promissor para a Dryworld, com acordos com três importantes equipes brasileiras e dois ingleses, mas 2017 inicia e a fornecedora já não conta com mais nenhum clube tanto no Brasil como na Inglaterra.

Isso porque nesta quarta-feira, o Queens Park Rangers anunciou a rescisão antecipada do contrato assinado com a marca canadense e firmou uma parceria de vários anos com a Erreà.

Em nota oficial, o clube fez questão de salientar que os uniformes utilizados pela equipe na próxima temporada serão 100% produzidos especialmente para o clube, respeitando as tradições e os valores que orgulham os torcedores do time. Essa preocupação é relevante já que antes da Dryworld, a parceria do clube com a Nike rendia muitas críticas pelos modelos padronizados que a gigante norte-americana utilizava nos kits fabricados.

Pelas palavras do diretor comercial do QPR, Euan Inglis, a rescisão com a Dryworld aparentemente acontece pelos mesmos problemas vivenciados pelos clubes brasileiros, ou seja, a crise da empresa é mesmo mundial e não apenas no Brasil.

“Estamos muito felizes em termos concordado com a Erreà para se tornar nosso novo parceiro técnico na próxima temporada. Recebemos ofertas de várias marcas do setor de roupas esportivas, mas como um pacote completo, a da Erreà foi melhor para o clube por várias razões”, relata.

Inglis disse também que as camsias do QPR vão continuar a ser feitas sob medida, um pré-requisito absoluto para o clube e elogiou a marca italiana: “Além de ser um fornecedor, o fato de que a Erreà também é uma fabricante que possui suas próprias fábricas garante que as datas de entrega e os prazos sejam cumpridos, pois eles gerenciam e controlam todo o processo do início ao fim. Além disso, eles também trabalham com 2.000 lojas em todo o mundo, oferecendo ao clube algumas oportunidades de merchandising interessantes”, afirmou o diretor do Queens Park Rangers, responsável pelo novo contrato com a marca italiana.

O acordo com a Erreà é válido a partir da temporada 2017-2018 e terá duração de vários anos. Valores não foram revelados.

O QPR se junta a Atlético Mineiro, Goiás, Fluminense e Watford como as equipes que deixaram a marca canadense para assinar com outras empresas.

► Compre a camisa de clubes ingleses na Fut Fanatics

O que acharam do acordo do Queens Park Rangers com a Erreà, que sacramenta o fim da Dryworld na Inglaterra?