Piqué camisa

No último domingo, a Espanha visitou a Albânia pelas Eliminatórias da Copa do Mundo e venceu por 2-0, no entanto outro assunto tomou conta dos noticiários internacionais, a camisa usada por Gerard Piqué.

O jogador que atua no Barcelona, e é catalão, foi acusado pela imprensa de Madrid de cortar as bordas das mangas da nova camisa reserva da Espanha, que trazem as cores da bandeira nacional.

Nova camisa reserva da Espanha 2016-2017 Adidas

Toda a polêmica acontece pelo fato da Catalunha ser uma comunidade autônoma e que pede independência da Espanha, e o zagueiro ser um dos defensores desta ideia.

Por conta do “disse me disse” criado pela imprensa, a Real Federação Espanhola de Futebol resolveu se posicionar no domingo à noite.

Camisa da Seleção Espanhola 2016-2017 Manga longa

Em nota, a Federação declarou apoio ao zagueiro e explicou que ao contrário do que alguns comentários mal intencionados que acusavam o jogador de cortar as bordas das mangas com as cores da bandeira nacional, o que aconteceu de fato, é que as bordas das mangas só estão presentes no modelo de manga curta, e como só foi disponibilizado um modelo de manga longa para o jogador, o mesmo optou por cortar a mesma pois já usava por baixo uma segunda pele na cor branca e desta forma se sentiu mais confortável. A Federação ainda explica que a prática é comum entre os jogadores e que isso não foi uma atitude isolada de Piqué.

Após as críticas da imprensa espanhola, o jogador tomou uma atitude drástica e avisou que a Copa da Rússia em 2018 marcará a sua despedida da seleção espanhola.

“Tentei de tudo mas não aguento mais, o caso de hoje com as mangas é a gota d’água. Conseguiram me tirar a vontade de vir aqui e ainda que depois da [Copa do Mundo da] Rússia terei só 31 anos, deixarei a seleção. Cansa ser sempre o foco das atenções. A Copa da Rússia vai ser meu último compromisso com a seleção. […] Estou animado com o projeto de Julen e por isso não vou deixá-lo hoje. Começamos o projeto juntos e terminaremos juntos”, afirmou o zagueiro.

“Faz tempo que tenho essa decisão na cabeça. Não sou bem recebido todos esses anos ainda que tenha dado e continuo dando tudo, claro que há pessoas que consideram melhor que eu não esteja aqui. Tenho tudo muito bem pensado, não é o calor do momento. É preciso tomar decisões. Às vezes, não é o que você quer. Sinto que depois da Rússia irá terminar uma etapa”, finalizou Piqué.

Após a nota da Federação, os jornais AS e Marca, assinaram notas de desculpas ao jogador do Barcelona e da seleção e pediram que o mesmo reconsiderasse a ideia de se aposentar da Fúria após o Mundial.

► Compre a camisa da Espanha na Fut Fanatics

O que acharam da polêmica criada pela imprensa espanhola em torno da camisa de Piqué, que culminou no anúncio da aposentadoria do zagueiro após a Copa do Mundo 2018?