PSG-Nike

Como você viu aqui no Mantos do Futebol em maio, a Nike deve confirmar nos próximos meses seu acordo com o Chelsea, tirando o clube inglês de sua principal rival, a Adidas. No entanto, segundo a rádio francesa RMC, a aquisição de mais um importante clube em seu rol de parceiros, pode fazer com que a gigante norte-americana tenha que abrir ainda mais seus cofres para manter outro parceiro chave no mercado europeu, o PSG.

Parceiro da Nike há mais de 20 anos, o PSG prorrogou o seu contrato com a Nike em 2013 e tem apalavrado um vínculo até 2022, que rende cerca de € 24 milhões por temporada. No entanto, o presidente do clube francês, o catariano Nasser Al Khelaïfi quer renegociar estes valores, isso porque soube que a marca estadunidense colocará cerca de € 70 milhões por temporada nos Blues.

Segundo a emissora, o presidente do Paris Saint-Germain entende que a Premier League traz uma visibilidade muito maior ao Chelsea e que por isso não consiguiria igualar os valores, mas ainda assim, entende que o contrato com o PSG poderia ser maior, com isso, espera uma reavaliação da Nike para que o acordo atual seja reajustado e o clube consiga receber no mínimo 35 milhões euros por ano, já na próxima temporada.

Procurada pela rádio, a Nike disse que não se oporia a uma reavaliação, no entanto espera que o PSG entre em contato para apresentar seus argumentos para que as conversas sejam iniciadas.

► Compre camisas do PSG na Fut Fanatics

Você acha que a Nike deve abrir os cofres para manter o PSG?