Atletico MG Galo Volpi

Lobo, 19Treze e Leão 1918 são algumas das marcas próprias lançadas recentemente por clubes brasileiros e a iniciativa tem dado tão certo que pode em breve ser aplicada em um grande clube brasileiro, o Atlético-MG.

A parceria com a Dryworld que iniciou apenas nesse ano, já tem os dias contados e muito dificilmente permanecerá para 2017. Os problemas criados são provenientes de um rompimento entre a Dryworld Canadá e a Dryword Brasil que atualmente é administrada pela Rocamp, que conseguiu o direito da marca no país após uma ação judicial.

Pensando na vida pós-Dryworld, uma das possibilidades levantadas pelo clube, é a de criar uma marca própria e fabricar os seus próprios uniformes ou até chegar em um modelo parecido ao do que o Santos fechou com a Kappa, onde toda a criação dos materiais esportivos são feitos a quatro mãos e o clube tem uma porcentagem maior na venda dos produtos.

A informação foi levantada no início da semana pela ESPN que diz que a diretoria já vem conversando com algumas empresas interessadas em fazer parte do negócio. Uma delas seria a própria Filon, que já foi parceira do Galo em outros momentos.

► Compre a camisa do Atlético-MG na Fut Fanatics

O que acham da possibilidade do Atlético-MG ter uma marca própria em 2017?