Separamos o Top 5 dos maiores artilheiros do Botafogo em toda sua história. Fundado em Agosto de 1904, é um dos gigantes do futebol brasileiro. Possui 20 campeonatos regionais e 1 brasileirão. Além de uma Copa Conmebol, atual Sul-Americana. Teve também um recorde de 52 partidas sem perder nos campeonatos em 1977 e 1978. O jogadores que mais contribuíram com gols para essa bela história, você confere agora:

1 –  Quarentinha (306 gols).

Top 5 – Artilheiros do Botafogo

Quarentinha nasceu em 1933 em Belém do Pará. Era filho de Luiz Gonzaga Lebrêgo, mais conhecido como “Quarenta”, daí veio seu apelido. Aos 16 anos já jogava no time principal do Paysandu. Depois desse time, o paraense ainda teve uma rápida passagem pelo Vitória, deixando 6 gols em um ano no time nordestino. Já na temporada seguinte, em 1954, iniciou sua trajetória vitoriosa no fogão.

Foram 442 jogos pelo Botafogo e mais de trezentos gols marcados. Mas ele tinha uma particularidade que chamava a atenção dos cronistas da época. Nunca comemorou um gol. “[…] Não sei se o pai era tão tímido quanto o filho. Quarentinha jamais celebrou um gol, fosse dele ou de quem fosse. Disparava um morteiro, via a rede estufar, dava as costas e tornava ao centro do campo, desanimado como se tivesse perdido o gol.” – Descreveu Armando Nogueira.

2 –  Carvalho Leite (261 gols).

2 - Carvalho Leite

Natural de Niterói – RJ, Carlos Antônio Dobbert de Carvalho Leite teve seu primeiro time como profissional, o Petropolitano em 1927. Já em 1929 firmou a transferência para o Botafogo, onde passaria seu auge. Permaneceu por 12 anos e venceu 5 estaduais pelo fogão.

Em 1930, com 18 anos, foi o jogador que mais atuou na campanha vitoriosa do Botafogo pelo Campeonato Carioca. Foram ao total 20 partidas e 14 gols, sendo também, o artilheiro da equipe.

3 – Garrincha (243 gols).

3 - Garrincha

Apelidado de “O Anjo das Pernas Tortas”, Garrincha é sem dúvidas, um dos maiores ídolos de todos os tempos não só do Botafogo, como também do amante do futebol arte. Garrincha jogou boa parte de sua carreira no alvinegro carioca. Tinha dribles desconcertantes e, mesmo em partidas decisivas, gostava de se divertir com os adversários, que por sua vez, não conseguiam pará-lo.

Ficou de 1953 a 1965 no Botafogo, conquistando inúmeros títulos. Entre eles, estão: 3 Campeonato Cariocas, 2 Torneios Rio-São Paulo e uma Taça Libertadores da América em 1958, ano este que também ganharia a Copa do Mundo pela Seleção. Em 1962 voltou a botar mais uma estrela na camisa amarelinha.

4 – Heleno de Freitas (209 gols).

4 - Heleno de Freitas

Heleno de Freitas pode ser definido, além de jogador de futebol, como Advogado, boêmio, galã. Pelo menos era assim que o descreviam na época. Por nunca se dar de vencido, Heleno tinha um gênio forte o que lhe fazia ser expulso várias vezes. Ao contrário dos anteriores, não venceu sequer um título pelo Botafogo.

O que seria uma ironia do destino, pois ao mudar-se para o Vasco em 1949, ganhou o único de sua carreira, o Campeonato Carioca. Ainda teve passagens pelo Boca Júniors e Santos, mas nada que fosse comparado à sua idolatria e rendimento que lhe era associado no Botafogo.

 5 – Nilo (190 gols).

5 - Nilo

Nilo Murtinho Braga nasceu na capital carioca em 1903. Jogou na infância pelo Fluminense, mas seu coração falou mais alto e em 1918 foi para o Botafogo Football Club, atual Botafogo de Clube e Regatas. Em 1922, por desentendimentos internos, saiu do clube e, para não ter que enfrentar o alvinegro por amor, foi para o Sport Club Brasil um time da segunda divisão carioca.

Sua paixão pelo Botafogo era tamanha que logo na temporada seguinte, em 1923, retornou de onde nunca almejava ter saído. Já na década de 30, Nilo ajudou o time a vencer quatro vezes em sequência o estadual do Rio (de 1932 a 1935), totalizando 69 gols.

► Compre a camisa do Botafogo e muitas outras camisas de futebol na Fut Fanatics

Gostaram da lista de artilheiros do Botafogo? Algum jogador pode ultrapassar a marca desses craques?