O Al Ahly se sagrou campeão africano 2012

Al Ahly – Mundial de Clubes FIFA 2012 – Representante da África

O Al Ahly do Egito é o clube de maior tradição na África, sendo o maior vencedor da Copa dos Campeões do continente, tendo levantado o título por 7 vezes (1982, 1987, 2001, 2005, 2006, 2008 e 2012) e chega no Mundial de Clubes deste ano como franco atirador em busca de uma inédita final na competição, já que seu melhor resultado foi um 3º lugar em 2006, ano em que perdeu para o campeão daquele ano o Internacional por 2×1 em uma partida bastante disputada. Na disputa do terceiro lugar levou a melhor sobre o América do México obtendo assim a melhor colocação de uma equipe africana até então. Já que em 2010 os congoleses do Mazembe desbancariam o feito conseguindo chegar à final.

UNIFORMES

Os “Vermelhos”, como são conhecidos os egípcios, tem seu material esportivo confeccionado pela Adidas e possuem dois uniformes. O titular é vermelho, como não poderia deixar de ser, com listras verticais em tons claros e escuros e calção branco e meião vermelho. Já no uniforme reserva a cor principal é o azul, também intercalado em tons claros e escuros e calção e meião também azuis.

 

Uniformes Al Ahly

FIQUE DE OLHO

Símbolo egípcio Mohamed Aboutrika

Apesar de não ser titular e já não estar em sua melhor forma não há como não apontar outro jogador como destaque do Al Ahly, Mohamed Abu Trika já se tornou uma lenda em seu país, isso porque o veterano meia-atacante formado em filosofia, é um jogador engajado politicamente e foi uma das personalidades que mais lutaram contra a ditadura de Hosni Mubarak no Egito.

Em 2008, após anotar um gol por sua seleção na Copa Africana de Nações, exibiu a seguinte mensagem numa camiseta: “Sympathize with Gaza” (Simpatize com Gaza), na qual foi duramente repreendido pela Confederação Africana e criticado por israelenses.

Em fevereiro de 2011, Aboutrika estava em campo quando 74 pessoas morreram num conflito entre torcedores do Al-Ahly e do Al-Masry, num estádio em Port Said. Falou em se aposentar após a tragédia, mas voltou atrás e desde então leva a bandeira de paz no Egito e na África por onde passa.

O Al Ahly estreia na competição no dia 09/12 contra o vencedor da partida entre Sanfrecce Hiroshima e Auckland City. O vencedor desta partida enfrentará o Corinthians na semi-final.

 

Na opinião de vocês o time egípcio tem condições de eliminar o atual campeão da América e chegar numa inédita final?

 

Você também pode gostar: